quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Clécio alves vai à justiça para pedir retirada de professores invasores do plenário da Câmara Muncipal de Goiânia.


Professores da Prefeitura Municipal e Goiânia continuam em greve e boa parte da categoria permanece ocupando o plenário da Câmara Municipal de Goiânia conforme aconteceu ontem logo após uma manobra do presidente da casa, Clécio Alves (PMDB), que esticou uma sessão onde uma emenda que beneficiaria os professores foi rejeitada.

Clécio Alves se transformou em um dos principais inimigos da categoria dos professores municipais de Goiânia. Até mesmo um cartaz com uma foto de Clécio caracterizado de Hitler está sendo mostrada a todo momento pelo professores manifestantes. A invasão da Câmara Municipal de Goiânia já passa de 24 de horas. 

Em função disso, o presidente da casa afirmou há pouco que pretende ir à justiça para pedir a retirada dos professores do plenário, uma vez que os vereadores estão impedidos de trabalhar. A qualquer momento pode surgir a ordem de retirada dos professores que reclamam da falta de negociação por parte do Prefeito Paulo Garcia (PT).

Hoje de manhã os professores desmentiram o Prefeito de Goiânia que ontem enviou nota ao Jornal Nacional da Rede Globo informando que teria recebido os professores em greve no Paço Municipal. Os grevistas alegam que isso é mentira do prefeito. Dizem que não foram recebidos por Paulo Garcia em nenhum momento. Receberam apenas um recado do chefe do executivo da capital que os mandaram marcar uma audiência com a Secretária de Educação de Goiânia, Neyde Aparecida. O clima pode esquentar no dia de hoje na Câmara Municipal se realmente houver ordem para a retirada dos professores do local.