terça-feira, 8 de outubro de 2013

Deputado Mauro Rubem (PT) é expulso da Câmara Municipal de Goiânia por professores do município.



Jornal Nacional da Rede Globo apresentou matéria de destaque no telejornal de maior audiência do Brasil mostrando a incompetência do prefeito Paulo Garcia (PT) na área da educação na capital de Goiás. Professores da Prefeitura de Goiânia estão em greve há 14 dias e reclamam da falta de canais de negociações por parte do prefeito de Goiânia. Ao invés de negociar com a categoria, a prefeitura de Goiânia entrou na justiça para buscar a ilegalidade do movimento grevista e a partir daí começou a ameaçar os professores com notas veiculadas na imprensa.
Na sessão desta terça-feira na Câmara Municipal de Goiânia durante uma votação em que o auxilio alimentação dos professores foi votado, os professores que lotavam as galerias da casa se revoltaram com uma manobra do presidente Clécio Alves (PMDB) que esticou a sessão à espera desesperada de vereadores da base do prefeito que trabalhou para a rejeição da proposta.
Logo após a derrota dos professores e vitória do prefeito na Câmara Municipal, os profissionais da educação do município de Goiânia se revoltaram e tomaram o plenário do parlamento municipal. O deputado do PT, Mauro Rubem, que sempre esteve contra o movimento dos professores de Goiânia, tentou fazer média no início da noite com os educadores, mas foi expulso da Câmara Municipal pelos presentes.