quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Namorada adolescente ajudou a matar colegas em Aparecida de Goiânia


thaygo
Áulus Rincon
Namorada do rapaz apontado como mentor e autor da chacina, uma adolescente de 15 anos, segundo a polícia, também participou de forma ativa na execução de quatro estudantes na Serra das Areias em Aparecida de Goiânia. Concluído nesta quinta-feira, o inquérito mostra ainda que os dois maiores presos e os dois adolescentes apreendidos mataram, cada um, uma vítima.
Estudantes do Colégio Estadual José Bonifácio da Silva em Aparecida de Goiânia, Dênis Pereira dos Santos, 16, Daniel Gomes da Silva, 15, Raissa de Souza Ferreira, 15 e Neylor Henrique Gomes Caneiro, 18, desapareceram na tarde do dia 19 de agosto. Executado com um tiro na nuca, Dênis foi encontrado no dia seguinte na Serra das Areias, e os três colegas uma semana depois na mesma região.
Durante as investigações, a polícia prendeu Thaygo Henrique Alves Santana, 18 e Alisson Pereira,19, o “blim blim”, ambos já conhecidos pela prática de roubos. Namorada de Thaygo, uma adolescente de 15 anos também foi apreendida junto com um outro adolescente de 17 anos que seria comparsa de Thaygo.
Em depoimento, a adolescente confessou que foi quem atirou na cabeça de Dênis, e contou ainda que os outros três jovens morreram “de graça”. Com o depoimento dos acusados o delegado Rogério Bicalho, adjunto do Grupo de Investigações de Homicídios (GIH) de Aparecida de Goiânia descobriu que Blim Blim matou Raíssa, Thaygo executou Neylor, e o comparsa dele de 17 anos foi quem atirou em Daniel.
Os dois maiores responderão presos por quatro homicídios qualificados, destruição de cadáver, formação de quadrilha e corrupção de menores. O casal de adolescentes já foi condenado à internação de três anos, sendo que a cada seis meses são submetidos a um processo de avaliação. A motivação do crime, segundo a polícia, seria uma “cantada” que Dênis teria dado na namorada de Thaygo pelo Facebook.