sábado, 2 de novembro de 2013

Após ex-jogador ser decapitado, americanos alertam para riscos na Copa do mundo no Brasil



João Rodrigo
Os índices de violência no Brasil preocupam os americanos a caminho da Copa do Mundo de 2014. O site da rede CNN publicou reportagem com alertas e uma certa dose de espanto pelo assassinato do ex-jogador João Rodrigo Silva Santos, 35 anos, na última terça-feira. Decapitado por traficantes no Rio de Janeiro, ele tinha passagens por clubes como Bangu, Madureira e Botafogo-DF.
A rede americana lembra que o índice de assassinatos no Brasil é superior ao México e questiona o pouco espanto da população com crimes como o que vitimou João Carlos. “Eles se acostumaram com o crime e a violência”, cita a reportagem a respeito dos brasileiros. Na sequência, o texto ainda faz um alerta.
“Enquanto os tíquetes são vendidos com índices recordes, especialistas dizem que a violentas marchas de protesto que surgiram na Copa das Confederações, combinadas com manchetes sobre violência e crimes, devem fazer os fãs pensar duas vezes sobre levar suas famílias ao Brasil”, diz a reportagem.