segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Cai o número de homicídos em Goiás pelo segundo mês consecutivo


JOAQUIM MESQUITA
O número de homicídios em Goiás recuou pelo segundo mês consecutivo, de acordo com dados levantados pela Gerência de Análise de Informações da Secretaria da Segurança Pública. O número de ocorrências em outubro foi de 209, ante 220 em setembro e 230 em agosto de 2013. No comparativo com outubro de 2012, também houve uma queda, pois no mesmo mês do ano passado ocorreram 247 crimes de morte em Goiás.
Apesar do número absoluto de homicídios em Goiás no período que vai de janeiro a outubro de 2013 em relação ao mesmo período de 2012, quanto se leva em conta a taxa de homicídios por 100 mil habitantes há uma tendência de estabilização. A taxa por 100 mil habitantes está em 32,71 em 2013, quando era de 31,76 em 2012. “O comparativo por meio da taxa é a metodologia recomendada pelo Ministério da Justiça, pois nos dá um cenário mais real”, explica o secretário Joaquim Mesquita.
Os dados revelam uma redução expressiva na região do Entorno do Distrito Federal, onde a Secretaria da Segurança Pública de Goiás lançou, na semana passada, as Regiões Integradas de Segurança de Luziânia, Águas Lindas e Formosa. No Entorno, em setembro ocorreram 73 homicídios e, em outubro, 54. Em outubro de 2012, foram 80.
Segundo o secretário Joaquim Mesquita, estes são os primeiros resultados da implantação das Regiões Integradas de Segurança Pública (RISP). “Essa metodologia nos permitirá um avanço expressivo no médio e longo prazos”, avalia o secretário.
A Gerência de Análise de Informações da SSP-GO observou uma leve alta em Goiânia em outubro no comparativo com setembro (48 a 44 homicídios), mas estabilidade em relação a outubro de 2012, quando também ocorreram 48 crimes de morte. Em Aparecida, houve aumento nos dois comparativos.
Operação Quartel na Praça
Desde o dia 10 de outubro, a SSP-GO realiza, na Região Noroeste de Goiânia, a operação Quartel na Praça. Balanço parcial da operação, que conta com a participação intensiva das forças especiais da Polícia Militar, demonstra que houve recuo em oito das dez ocorrências prioritárias na região. Veja abaixo:
Ocorrências10 a 25 set10 a 25 out
Furto8380
Furto veículo119
Furto comércio27
Furto residência4839
Roubo174126
Roubo transeunte8569
Roubo veículo4232
Roubo residência36
Homicídio54
Outras ações
Dentro da política de investimento em tecnologia, que visa, entre outras coisas, aperfeiçoar o trabalho das forças de segurança com os mesmo recursos humanos, a Secretaria da Segurança Pública de Goiás realizará uma série de ações durante o mês de novembro. As principais são:
- Centro Integrado de Comando e Controle
As obras, ao custo de R$ 5 milhões, serão iniciadas em novembro. Um prédio de 1,6 mil metros quadrados agrupará as centrais de atendimento da Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e parceiros da SSP-GO. No local será instalado um videowall que possibilitará o acompanhamento em tempo real das câmeras de monitoramento, tornozeleiras eletrônicas, posicionamento geográfico de viaturas e outras necessidades.
- Goiás Biométrico
A partir de 2014, todos os dados civis e criminais dos cidadãos goianos serão digitalizados. A medida possibilitará a emissão de Carteira de Identidade em apenas 5 dias úteis, além de possibilitar um incremento na resolução de crimes de até 40%. Licitação será publicada dia 14. Investimento de R$ 34 milhões.
- Monitoramento por câmeras
A SSP-GO publicou um chamamento público para parceiros que queiram compartilhar as imagens capturadas por câmeras de segurança instaladas em estabelecimentos comerciais e outras instituições.
- Tornozeleiras eletrônicas
Na última sexta-feira, a SSP-GO concluiu a licitação para locação de tornozeleiras eletrônicas, que serão utilizadas no monitoramento de reeducandos dos regimes aberto, semiaberto e aqueles que cumprem penas alternativas, entre outros.