segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Mais médicos do PT: cubana trazida pelo Padilha dá remédio de cavalo para idoso com osteoartrose

São tantos relatos de erros grosseiros e potencialmente fatais que vamos semanalmente postar o quadro “monstruosidades da semana” com as receitas mais bizarras oriundas do Mais Médicos. Especial atenção ao item “3″.


1) Overdose de cefalosporina ou uso “homeopático” de alopatia?  Cefalexina prescrita de 8/8h quando o certo seria de 6/6h, Dipirona sendo dado em dose de criança de 2kg (2 gotas) mas ai a dose da Cefalexina deveria ser de 0.6 ml de 6/6h e não 3.3 ml (dose 500% maior). Mas se é de fato criança de 2kg como se justifica a prescrição de muito suco de laranja e limão? Polivitamínico? Nebulizar com 9ml de soro (para que? para a nebulização virar uma sessão de tortura de quase 1 hora?) com UMA gota de berotec, que é nada pra adulto e diluído em 9ml de soro se torna nada pra uma criança, quase que uma dose homeopática. Se essa prescrição foi para adulto, é homeopatia. Se foi para criança, é overdose de antibiótico e de sucos cítricos. De qualquer maneira, é mais uma padilhada do Mais Médicos. o CRM da receita foi por força de decisão judicial, antes da aprovação da lei.
Mais médicos 1




2) Tratamento de “Larva Migrans Cutânea” na Amazônia com antibiótico oral, tópico e intramuscular, todos em larga dose. A intercambista decerto quis cobrir “todas as hipóteses”, pena que esqueceu do anti-parasitário. Decerto a gênia pensou estar tratando uma “dermatite”. Isso na Amazônia. pelo visto andou matando o curso de “3 semanas” de doenças infecciosas do Padilha. Mais uma padilhada do Mais Médicos. Em breve iremos começar a ver malária sendo tratada como virose na Amazônia…
 Mais médicos 2


3) Revolucionário tratamento de osteoartrose “à moda cubana”: Dipirona 500 mg 01 cp de 8/8h (avançado esquema analgésico) associado a complexo B (ah, agora sim, sinergismo puro) e, cereja do bolo, Metocarbamol (Robaxin). Robaxin é um relaxante muscular que, no Brasil, é usado apenas para equinos e caninos, ou seja, uso veterinário. O Mais Médicos trata o povo como cavalo e, condizente com essa situação, prescreve relaxante muscular de cavalo para o eleitor da Dilma. Mesmo se fosse para humanos, não existe indicação de relaxante muscular em osteoartrose na ausência de outras afecções.**
 Mais médicos 3

 Acima, a prescrição do remédio de cavalo. Abaixo a caixa. Se o pobre coitado tivesse como comprar, claro, já que o preço pode chegar a mais de 200 reais a caixa, iria receber um remédio com um cavalo na capa, homenagem do Padilha aos pobres brasileiros. Tratamento em dose “cavalar” típico de medicina de pobre para pobre. Pobre de nós, isso sim.

Remédio Cubano para tratamento de osteoartrose no Mais Médicos. Hay que endurecer!!
Mais médicos 4
** Em alguns países existe autorização para uso em humanos.






Fonte: Blog dos Peritos do INSS