terça-feira, 26 de novembro de 2013

Marconi premia quase 2 mil alunos no Entorno de Brasília e em Anápolis

Com a entrega de 625 Prêmios Poupança Aluno a estudantes de Novo Gama e Luziânia no Entorno de Brasília, o governador Marconi Perillo encerrou hoje os dois dias de visitas a municípios da região, iniciados ontem por Águas Lindas de Goiás. No início da tarde, ele entregou esse prêmio a 748 alunos em Anápolis, contemplando também os das 12 cidades que fazem parte da subsecretaria de Educação da região. Nestes dois primeiros dias, Marconi já premiou 1.921, dos 10 mil alunos programados para receber o prêmio este ano.
Ontem, o governador esteve ainda em Planaltina e Formosa. Na próxima quinta-feira, ele abre mais uma etapa do Governo Itinerante no Entorno do DF, desta vez beneficiando os moradores da Cidade Ocidental, onde também entregará cartões do Prêmio Poupança Aluno, que é destinado a estudantes da rede pública que se destacaram nas séries do 5º ao 9º ano do Ensino Fundamental e do 3º ano do Ensino Médio.
Em Novo Gama foram entregues 217 poupanças aos alunos que mais se destacaram no ano letivo. Em Luziânia, foram beneficiados 408 estudantes. Nestas solenidades, Marconi assinou ordens de serviço para a construção de mais escolas nas cidades de Novo Gama, Luziânia e Cristalina. Em Anápolis, ele sobrevoou as obras do aeroporto de cargas e do centro de cultura e convenções.
Em Luziânia, voltou a falar que envidará esforços para construir 35 novas escolas nas cidades da região. Ontem, falou das dez que serão construídas em Águas Lindas, Santo Antônio do Descoberto e Padre Bernardo. As novas unidades Padrão Século XXI estão orçadas em R$ 44,3 milhões: R$ 18,6 milhões para a edificação de cinco escolas em Novo Gama; R$ 17,3 milhões para a construção de quatro unidades em Luziânia e outros R$ 8,4 milhões para duas escolas em Cristalina. Todas as novas unidades de ensino serão construídas através de convênio entre a Prefeitura (que doa o terreno) e os governos do Estado e Federal, que viabilizam os recursos.
unnamedscs
Além de ter reformado mais de mil escolas em 2013, o governo do Estado anuncia, para 2014, a concessão de mais 150 mil netbooks para os alunos da rede pública e a climatização de 600 escolas estaduais. “De início, vamos colocar ar condicionado em  600 escolas. Até o final de 2014, todas elas serão beneficiadas”, garantiu Marconi ao informar que a Secretaria Estadual de Educação já dispõe dos recursos para adquirir os aparelhos.
Depois de ser homenageado com um troféu pela 5ª Companhia Regional da Polícia Militar, que tem jurisdição sobre Novo Gama, Cristalina, Luziânia e Cidade Ocidental, pelo empenho do governo visando minimizar a violência nas cidades do Entorno, o governador Marconi Perillo ouviu do comandante Heber Souza, que as ações de seu governo já surtiram efeito. Segundo o policial, a região saiu de 15 a 17 homicídios, por dia, em menos de um ano, para uma morte a cada dez dias. Segundo o comandante, somente no primeiro semestre  houve redução de 62% nos índices de homicídio na região em relação ao mesmo período do ano passado. Em relação a 2012, o Entorno registrou 300 homicídios a menos.
dsvk

O governador também recebeu homenagem da subsecretaria de Educação de Novo Gama, criada neste ano. A subsecretária, Maria de Almeida, entregou uma placa ao governador também em cumprimento pelo lançamento do Prêmio Aluno. Em agradecimento, o prefeito Everaldo Vidal  (PPL) consagrou Marconi como “o governador da educação, aquele que mais investiu e investe para a melhoria do ensino em Goiás”.
Durante as visitas em Novo Gama e Luziânia, o governador esteve acompanhado do secretário da Educação, Thiago Peixoto, do chefe da Casa Civil, Vilmar Rocha, dos deputados estaduais Walcenôr Braz, Sônia Chaves e Cláudio Meirelles, da presidente da AGDR, Leda Borges, e dos prefeitos de Novo Gama, Everaldo Vidal, de Luziânia, Cristóvam Tormin, e de Cristalina, Luiz Atié.
Anápolis – Em Anápolis, acompanhado do vice-prefeito João Gomes, Marconi disse que dobrou o número de alunos contemplados com o Prêmio Poupança Aluno do ano passado para cá e confirmou que no ano que vem esse número será maior. Disse também que começou a estruturar a lei de investimento dos royalties do pré-sal e deve investir mais, com esse recurso, na carreira do professor, na diminuição da evasão escolar e na manutenção de programas que incentivem e beneficiem os alunos.