quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Mulher manda matar o patrão em Rio Verde. Crime custou R$ 2 mil.

Mulher assassina

A gerente de uma loja de Rio Verde, no sudoeste de Goiás, foi presa na terça-feira (3/12) suspeita de encomendar o assassinato do proprietário do estabelecimento, Vanderlei Ferreira Goulart, de 50 anos. O crime aconteceu em fevereiro de 2011. Mais de um ano depois do assassinato, a suspeita ainda trabalhava como gerente da loja. De acordo com a investigação, Juliana Ferreira Soares, de 28 anos, desviou dinheiro da empresa e mandou matar o empresário para continuar com o esquema. Vanderlei Goulart foi executado com dois tiros na cabeça.
Segundo a Força Nacional de Segurança, que investigou o caso, a mulher confessou ter pagado R$ 2 mil para um dos executores do homicídio. A suspeita é que ela pegava cheques assinados pelo empresário para quitar boletos bancários e, em vez de fazer os pagamentos, embolsava o dinheiro. A gerente teria deixado de pagar pelo menos R$ 200 mil em dívidas com imposto e fornecedores.
Os agentes cumpriram mandado de busca e apreensão na casa da suspeita, onde apreenderam um carro que, segundo a polícia, foi comprado após o assassinato. Um dos suspeitos de ser o executor do crime foi preso. De acordo com a Força Nacional, outro já foi identificado e é procurado pela polícia.