quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Suzane Richthofen deve ir para o semiaberto. MP é contra.


Suzane Richthofen
Ministério Público de São Paulo se manifestou nesta terça-feira (17) contrário ao pedido apresentado pela defesa de Suzane von Richthofen para que ela cumpra o restante de sua pena em regime semiaberto – no qual o preso apenas dorme em uma unidade prisional.
A solicitação foi analisada pelo promotor Luiz Marcelo Negrine Mattos. Ele analisou o exame criminológico feito em Suzane e foi enfático em recomendar que ela continue em regime fechado. No parecer encaminhado à Justiça, ele diz que ela “apresenta características psicóticas, vontade de burlar e desafiar a lei, imaturidade e egocentrismo”.
A defesa ainda pode contra-argumentar a decisão desta terça-feria. Mas o caso só deve ser analisado pela Justiça em janeiro. Procurado, o advogado de Suzane, Denivaldo Barni, afirmou que ainda não tinha sido informado sobre o parecer do Ministério Público.
Desde 2009, Suzane, que foi condenada pelo assassinato dos pais, em São Paulo, em 2002, tenta a progressão do regime. Desde fevereiro, os irmãos Cristian e Daniel Cravinhos estão em regime semiaberto. Os dois também foram condenados pelo assassinato, em 2006, junto com a jovem.
Suzane cumpre pena de 39 anos de prisão pelo homicídio triplamente qualificado(motivo torpe, meio cruel e impossibilidade de defesa das vítimas). Cristian foi condenado a 38 anos, um mês e 18 dias de reclusão, enquanto Daniel, que namorava Suzane na época, foi condenado a 38 anos, 11 meses e 17 dias de prisão.