sábado, 4 de janeiro de 2014

Coca-Cola tira gays de anúncio na Irlanda e é criticada, diz jornal


0fctm2scbgfori2t6gnc4fc35
A Coca-Cola excluiu um casal gay na versão irlandesa de uma campanha publicitária que tem sido veiculada no Reino Unido, segundo o jornal “The Mirror”. A cena foi substituída pelo casamento entre um homem e uma mulher.
O vídeo faz parte da campanha Razões para Acreditar, em que a empresa argumenta que há muito mais fatos positivos do que negativos na vida, o que justifica o otimismo.
No vídeo produzido para o Reino Unido, a cena de dois homens em um casamento é usada, logo em seguida à de pessoas depredando um carro, para ilustrar a afirmação: “para cada demonstração de ódio”, ilustrada , há 5.000 celebrações de amor.”
0rthpy7p4tg7ozrcdj86oie6a
Na versão para a Irlanda – país vizinho –, a sequência seria idêntica, não fosse a substituição do casamento homossexual pelo de um homem e uma mulher. Jerri Buttimer, membro do Parlamento pelo Fine Gael, considerado de centro-direita, defendeu que a empresa refizesse o anúncio, com o casal gay.
“A Coca-Cola esteve por trás de algumas das grandes campanhas já realizadas. Ela não deveria marginalizar ou alienar ou discriminar qualquer pessoa na Irlanda”, disse Buttimer que, segundo o “The Mirror”, foi agredido quando jovem por ser homossexual.
A Coca-Cola argumentou, segundo o jornal britânico, que a mudança ocorreu porque, “embora a união civil entre homossexuais seja permitida na Irlanda, o casamento não é”.