quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Facebook é denunciado por censura à críticas à Copa do Mundo


Facebook
Será coincidência ou alguma coisa a ver com estado policial? De onde vem a decisão de censurar críticas ao evento Copa do Mundo no Brasil nas redes sociais? São perguntas que precisam de resposta em face de um absurdo constatado pelo jornal O Estado de São Paulo nesta quinta-feira, 30/01. Em matéria veiculada hoje, o Estadãoestá denunciando atos de censura descarada na mídia social Facebook. Confira a denúncia!
Facebook tirou do ar na terça-feira, 28, uma página criada por movimentos sociais para divulgar os protestos contra a Copa do Mundo. O perfil “Operation World Cup”, administrado pelo grupo Anonymous, tinha mais de 16 mil curtidas e foi um dos principais canais de divulgação dos atos do último sábado, 25.
Integrantes dos movimentos classificam a atitude como censura. “A página foi responsável por criar o evento nacional em outros Estados (fora de São Paulo).Ontem, percebemos que ela foi deletada sem justificativa do Facebook. Não questionamos porque sabemos que não adianta, é censura mesmo. Outras páginas que são contra ações do governo já passaram por isso”, disse um integrante do movimento Contra Copa 2014. Ele não quis se identificar.
Nesta quarta-feira, 29, uma nova página do tipo foi criada, com o nome de “Operation World Cup Fase 2″. Até as 13h, o perfil já contava com mais de 3 mil curtidas.
A assessoria de imprensa do Facebook informou que não comenta casos específicos de perfis tirados do ar e disse que todos os casos de remoção de página são motivados por violações aos termos de uso do site.