sábado, 15 de fevereiro de 2014

Marconi Perillo se emociona ao entregar rodovia asfaltada que era sonho de 30 anos do povo do sudoeste

Marconi Perillo conseguiu em cinco dias visitar e entregar obras e benefícios em 17 municípios

Marconi em Chapadão
Marconi Perillo inaugura rodovia que há 30 anos o povo da região pedia.
Na maior e mais importante inauguração da maratona de visitas que faz pelo interior do Estado, esta semana, para entregar obras e benefícios, o governador Marconi Perilloinaugurou oficialmente uma importante obra para o Sudoeste goiano: a construção da GO-206, que liga Itumirim a Chapadão do Céu. A rodovia é um sonho alimentado ao longo de 30 anos pela comunidade da região.
Com investimento de R$ 38,4 milhões, foram executados os serviços de pavimentação asfáltica, terraplenagem, obras de arte especiais e sinalização vertical e horizontal nos 64,76 quilômetros do trecho. Antes da obra, Chapadão do Céu era o único município da região que não tinha a ligação pavimentada com a capital. Marconi Perillo emocionou-se na solenidade de entrega da rodovia, primeiro ao falar da relação afetiva que tem com a família; segundo, para dizer que a obra não era apenas um sonho das populações de Chapadão do Céu, Itumirim, Aporé e região, mas um sonho dele também.
Ele relatou que, quando foi governador pela segunda vez, planejou realizar a obra com recursos do Banco Mundial, mas mesmo tendo deixado dinheiro em caixa, o sucessor dele no governo não realizou a obra.  “Essa rodovia foi prometida por políticos durante 30 anos”, disse o governador, ao revelar que um dos motivos que fizeram com que se candidatasse ao governo em 2010 “foi o desejo de concretizar esse sonho, resgatar esse compromisso”. Por isso, “pessoalmente estou muito feliz”, emendou.
GO 206
Asfaltamento do trecho Itumirim-Chapadão do Céu era um sonho de 30 anos da população que foi realizado pelo Gov. Marconi Perillo
 Ainda em Chapadão do Céu, num palco montado no Parque de Exposições Agropecuárias, ao lado do prefeito Rogério Graxa(PP), Marconi assinou ordem de serviço para obras de pavimentação urbana, no valor de R$ 1,4 milhão, autorizou reforma de duas praças e destinou R$ 1 milhão para construção do novo terminal rodoviário.

Fabiana Murer é ouro no salto com vara e françês bate Bubka com novo record mundial

A brasileira Fabiana Murer se prepara o campeonato mundial Indoor da Polônia

Fabiana Murer
O francês Renaud Lavillenie bateu neste sábado o recorde mundial do salto com vara, superando marca do ucraniano Serguei Bubka obtida em 21 de fevereiro de 1993. Curiosamente, a quebra aconteceu na mesma cidade, em Donetsk, na Ucrânia. Pelo meeting indoor europeu, Lavillenie fez salto de 6,16 metros, superando Bubka em um centímetro.
O francês vive grande fase em 2014, já que havia quebrado o recorde de seu país em 25 de janeiro, com a marca de 6,04 metros, em Rouen. Seis dias depois, foi ainda mais longe, saltando 6,08, em Bydgoszcz, na Polônia.
Nascido em 19 de setembro de 1986, em Barbezieux-Saint-Hilaire, Lavillenie é o atual campeão olímpico da prova, além de ser bicampeão europeu indoor. Em Mundiais de Atletismo, tem uma prata, obtida em Moscou no ano passado e dois bronzes.
Brasileira – Também neste sábado, a atleta Fabiana Murer conquistou o ouro no torneio Estrelas do Salto com Vara, na Ucrânia. Já classificada para o Mundial Indoor de Sopot, na Polônia, com os 4,73 m do ouro do Troféu Brasil/2013, Fabiana saltou 4,62 m para ficar com o título.
A alemã Silke Spiegelburg, que ficou com a prata, e a polonesa Anna Rogowska, que conquistou o bronze, também saltaram 4,62 m, mas depois de mais tentativas.
A competição em Donetsk foi a terceira que Fabiana disputou na Europa na preparação final para o Mundial da modalidade, que acontecerá entre 7 e 9 de março. Ela ainda vai saltar mais uma vez, em Bad Oeynhausen, na Alemanha, no dia 27, antes de seguir para a Polônia.
(Com agência EFE e GazetaPress)

De virada, Goiás derrota o Vila Nova no Serra Dourada

O Vila Nova sem a sua defesa titular foi presa fácil para o time do Goiás que ainda está em formação

jogo_beneditobraga
Vitória de líder. Mesmo com o rival abrindo o placar no Serra Dourada, o Goiás sobrou em campo e não teve dificuldades para vencer o Vila Nova por 3 a 1, na abertura da oitava rodada do Campeonato Goiano. Quando já era superior em campo, o Verdão viu Gustavinho abrir o placar para o Vila, no entanto, virou o jogo ainda no primeiro tempo com Ramon e Rychely. Pedro Henrique fechou o placar na etapa final após falha do goleiro Toni.
Com a sétima vitória em oito partidas, o Goiás segue disparado na liderança do Grupo A do estadual, com 22 pontos. O único jogo que o time esmeraldino não venceu foi justamente contra o Vila, no primeiro turno. Na próxima quarta o Verdão volta a campo em casa, contra o Goianésia. Já o Vila visitará o Crac, em Catalão. Com a segunda derrota seguida, o Vila permanece com dez pontos e cai para a segunda colocação no Grupo B. Mais uma vez a PM teve trabalho para conter briga entre as torcidas no estádio. O público foi de apenas 6.089 pagantes – renda de R$ 125.145,00.
Ficha Técnica:
Vila Nova 1 X 3 Goiás
Local: estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data: 15 de fevereiro de 2014, sábado
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Bruno Rezende
Assistentes: Fabrício Vilarinho e Leone Carvalho
Gols: Vila Nova: Gustavinho, aos 26 minutos do primeiro tempo. Goiás: Ramon, aos 42 do primeiro, Rychely, aos 46, e Pedro Henrique, aos 36 da etapa complementar.
Cartões amarelos: Vila Nova: Luís Marques, Vítor e Toni. Goiás: Pedro Henrique.
Vila Nova: Toni; Alan, Victor Cardoso, Neto Gaúcho (Geroge) e Danilo; Arthur, Luís Marques, Netinho e Erivélton (Hugo); Gustavinho e Wando
Técnico: Heriberto da Cunha
Goiás: Renan; Clayton Sales (Vítor), Valmir Lucas, Pedrão e Juliano; Amaral, David, Thiago Mendes e Ramon (Tiago Real); Araújo e Rychely (Léo Bonatini)
Técnico: Claudinei Oliveira





Fonte: Globo

Marconi decide que o estado vai bancar sozinho o Passe Livre Estudantil

passe
Áulus Rincon
Depois de mais de seis meses de enrolação e muita choradeira por parte de alguns prefeitos da Região Metropolitana de Goiânia o Governador Marconi Perillo colocou um ponto final no entrave que impedia a concessão do Passe Livre Estudantil a alunos de 17 cidades. A partir de agora, o Governo de Goiás vai custear sozinho o valor do passe, que beneficiará um total de 115 mil estudantes.
O investimento do Governo do Estado para custear o passe será de R$ 40 milhões anuais. Ao anunciar a concessão do benefício, o Secretário de Governo Joaquim de Castro convocou todos os estudantes que ainda não tem o Passe Livre para que realizem o cadastramento até o próximo dia sete de março em qualquer unidade do Vapt Vupt ou no Setransp.
O secretário disse ainda que sugeriu à Prefeitura de Goiânia que invista os R$ 10 milhões que seriam usados para o Passe Livre na reforma de pontos e plataformas de ônibus da Capital. O Passe Livre, ainda de acordo com Joaquim de Castro, passa a valer já a partir do próximo dia sete de março, sendo que cada estudante terá direito a 48 viagens mensais.

Dilma Rousseff pede ao papa uma Copa sem “a mão de Deus”

Mesmo não gostando de falar publicamente sobre religião, a presidente Dilma Rousseff visitou o papa Francisco no Vaticano nesta sexta-feira (21). Ela recebeu de presente um terço, uma imagem de um anjo e uma medalha. Já Francisco foi presenteado com uma bola autografada por Ronaldo, uma camisa da seleção autografada por Pelé, além de uma coleção de livros sobre a história dos jesuítas no Brasil.
Após o encontro, afirmou que pediu ao papa para que intercedesse para que “Deus não empurrasse a bola de ninguém” na Copa do Mundo.
“Nós falamos a respeito dessa questão que, sempre que brasileiros e argentinos se encontram e falam sobre a Copa é tocada: a questão de quem ganha a Copa do Mundo. A única coisa que eu pedi era que a neutralidade fosse mantida por parte do Santo Padre e assim a ‘Mão de Deus’ não empurrasse a bola de ninguém”, explicou
O comentário da presidente pareceu estranho aos presente, mas foi esclarecido que trata-se do episódio ocorrido na Copa de 1986, quando o craque argentino Diego Maradona usou uma das mãos para fazer um gol irregular contra a Inglaterra. O juiz validou. Na ocasião, ele justificou que foi a “mão de Deus” que o ajudou.
Dilma foi ao Vaticano para assistir ao consistório de Dom Orani Tempesta, recém-nomeado cardeal pelo papa. A assessoria da presidente contou que Francisco foi convidado por Dilma para voltar ao Brasil para a Copa do Mundo. Pediu também ao papa que enviasse um pronunciamento a respeito do tema da Copa, que será sobre “a paz e contra o racismo”. Com informações UOL.







quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Bomba! Pizzolato depositou 50 mil Euros na conta de Delúbio Soares

O Mensaleiro João Paulo Cunha também pediu para Pizzolato depositar dinheiro na conta de um parente seu

Pizzolato
O Presidente do Supremo Tribunal Federal brasileiro, Joaquim Barbosa, tinha conhecimento da sigilosa investigação feita pela Interpol (envolvendo os Carabinieri, a Polícia Federal do Brasil, da Argentina, da Espanha e a Guarda de Finança da Itália) para localizar e prender Henrique Pizzolato, realizada ontem (5) em Pozza di Maranello. Para não atrapalhar a busca a Pizzolato, sabe-se que Barbosa adiou propositadamente a prisão do deputado João Paulo Cunha, outro condenado ainda em liberdade, cujos atos nos últimos meses foram fundamentais para o sucesso da operação.
Barbosa foi comunicado por seus assessores de inteligência no STF que a Polícia Federal estava monitorando comunicações entre Pizzolato e a cúpula do Partido dos Trabalhadores PT, principalmente alguns condenados na Ação Penal 470. Ocasionalmente, a Interpol interceptou pelo menos uma ligação telefônica feita do Brasil para Pizzolato, na Itália, no dia 16 de janeiro. Quem ligou foi o deputado João Paulo Cunha. Na interpretação da conversa interceptada, Cunha teria pedido um depósito em dinheiro na conta de um parente.
Tal ligação entre o deputado e o foragido foi decisiva para a polícia italiana localizar Pizzolato. Mas a pista principal para capturá-lo – segundo versão vazada da investigação – foi uma doação de 50 mil Euro feita na Europa para a conta, no Brasil, do ex-tesoureiro do Partido dos Trabalhadores Delúbio Soares. O dinheiro veio em nome de cidadãos italianos e marroquinos.
Agora, a Procuradoria Geral da República brasileira e a Polícia Federal daquele país, com a ajuda do Coaf brasileiro (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) investiga se houve doações semelhantes para outros membros do Partido dos Trabalhadores já detidos. Sabe-se que o Partido coordenou uma brevissima campanha de arrecadação de fundos totalizando em poucos dias aproximadamente 600 mil Euros sob condições que geraram investigações do Ministério Público brasileiro.
Os investigadores analisam dados de dois computadores apreendidos na casa do sobrinho de Pizzolato, no momento da prisão em Pozza de Maranello. A Interpol também investiga detalhes de viagens feitas por Pizzolato pela Europa – principalmente pela França e pela Suíça – para realizar transações bancárias. Caso se confirmem tais movimentações financeiras, haverá evidências de que Pizzolato teve ajuda de membros do Partido para fugir do Brasil com o objetivo de gerenciar recursos do esquema do chamado Mensalão – e, possivelmente, de outras irregularidades.
No interrogatório à Guardia di Finanza, Pizzolato declarou que é completamente inocente das acusações e reiterou que “agiu apenas cumprindo ordens superiores como funcionário do Banco do Brasil” (do qual foi diretor de Marketing). Seu descontentamento com a cúpula de seu partido, no entanto, pode não ser infundado, uma vez que Pizzolato protagoniza, certamente, um jogo de pressão. Consta ainda que em um cofre bancário no exterior, Henrique Pizzolato tem uma caixa com três HDs (Hard Disks) contendo um arquivo completo de todas as negociações feitas entre 2003 e 2007 com o esquema do publicitário Marcos Valério Fernandes de Souza. Pizzolato confia que tais documentos – que podem ser colocados à disposição das autoridades italianas – serviriam como seu “seguro de vida”.




Rebelião em prisão termina com dois mortos e oito feridos

rebe
Uma rebelião iniciada na manhã desta quinta-feira na Penitenciária Agrícola de Itamaracá (PAI), situada na Região Metropolitana do Recife (PE), resultou na morte de dois reeducandos da unidade e deixou outros oito feridos, informaram fontes oficiais.  Após o incidente, supostamente restrito a apenas um dos pavilhões da unidade, dois reeducandos foram transferidas já sem vida para Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Igarassu, cidade situada a cerca de 30 quilômetros da capital pernambucana, informou a assessoria de imprensa da Secretaria de Ressocializacão do estado (Seres).
A Seres também ressaltou que o incidente registrado nesta manhã não se tratou de uma rebelião, já que o tumulto se limitou apenas a um dos pavilhões e as autoridades do presídio não perderam o controle da situação em nenhum momento. No entanto, de acordo com a imprensa local, tiros foram escutados no interior da penitenciária, enquanto um grupo de internos conseguiu alcançar o telhado da instituição. Durante o tumulto, os reeducandos se queixavam da qualidade da comida e pediam a liberação da entrada de alimentos, além da suspensão do uso da tornozeleira.

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

A Virgem Maria, mãe de Jesus, vai aparecer para seus fiéis este mês em Goiânia

Pessoas de vários estados afirmam que a Virgem Maria tem encontro marcado com seus fiéis em Goiânia

Virgem Maria
Fiéis de diversos estados e também de outros países vão se reunir nos próximos dias 12 e 13 em Goiânia para presenciar, o que eles acreditam ser uma aparição pública daVirgem Maria, conforme informou a Ordem Graça Misericórdia, que é cristã, ecumênica, e sem ligação com a Igreja Católica.
Segundo a Ordem, as aparições não envolvem a presença física da santa, mas ocorrem em nível interior e espiritual nos monges e nos que estiverem presentes no local. As mensagens da Virgem Maria serão transmitidas a três monges videntes e repassadas aos fiéis.
“Porque a Virgem Maria escolheu Goiânia é um mistério para todos nós. Ela deve estar tendo a sua percepção de que as almas dessa região, os seres , as consciências a acolhem de alguma maneira. E também deve ser uma região que precisa da sua intercessão”, disse o Frei Benedeto, porta voz da Associação Maria Manifesta.
A Igreja Católica não reconhece a aparição. Segundo o Padre Rodrigo Castro Ferreira, as arquidioceses não opinam sobre o fato, já que não estão ligados ao evento ecumênico.
(Com informações da CBN)

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Assassinato de Reputações: um carro será sorteado na noite de autógrafos do livro de Tuma Junior em Goiânia

Tuma Jr
Na próxima quinta-feira (13/2) à noite o PSDB goiano promove em Goiânia uma noite de autógrafos do livro Assassinato de Reputações – um crime de Estado, do ex-secretário nacional de Justiça, delegado Romeu Tuma Júnior. Tratando o evento como uma espécie de festa, o presidente estadual do partido, Paulo de Jesus, diz que a mobilização tucana em Goiás visa “restabelecer a verdade.” Em um trecho da publicação o autor traz a informação de que o governador Marconi Perillo foi um dos alvos da suposta fábrica de dossiês, o que confirmaria a tese de que o tucano é perseguido pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
O livro Assassinato de Reputações foi lançado oficialmente em meados de dezembro de 2013, mas entrevista concedida à revista Veja semanas antes movimentou a cena política no país e em Goiás. Para Paulo de Jesus, que organizou inclusive a rifa de um carro o km modelo Gol/2014 completo para sortear entre os presentes, além, é claro, de um exemplar, ao colocar os fatos apurados pelo delegado em um livro a informação entra para a história. “Ai não tem mais jeito. Esse livro vem para mostrar a forma como o ‘lulopetismo’ usa a máquina por meio de um partido que está no poder, até se vingando diretamente de seus adversários”, afirmou em entrevista ao Jornal Opção Online nesta terça-feira (11).
Dizendo não querer alegar nada contra o governo federal, o tucano afirma que a obra deRomeu Tuma Júnior vem somar ao que, em suas palavras, já ficou claro por meio das publicações da imprensa em todo o país: “Aquela CPMI [Comissão Parlamentar Mista de Inquérito do Cachoeira] foi uma armação total para prejudicar o nosso governador”.
A noite de autógrafos está prevista para começar às 22h no 3º piso do Shopping Bougainville. Romeu Tuma Júnior, segundo Paulo de Jesus, chegará à capital na madrugada de quinta-feira, pois o PSDB organizou uma coletiva de imprensa do autor para o período da manhã, ainda sem local definido.  



Fonte: Jornal Opção

27 cubanos abandonaram o Mais Médicos, 89 estão desaparecidos do trabalho

Campanhas de Dilma Rousseff e de Alexandre Padilha estão ameaçadas com problemas do Mais Médicos.

Médicos cubanos
Essa história de escravidão em pleno século XXI não está agradando em nada os médicos cubanos que chegaram recentemente ao Brasil. O Ministério da Saúde informou nesta terça-feira que 27 médicos cubanos abandonaram o Mais Médicos, programa federal que será bandeira de campanha à reeleição da presidente Dilma Rousseff
Desse total, o governo afirmou ter sido notificado nesta semana de três novas ausências – na semana passada, eram 22 desistências –, além dos já conhecidos casos de Ramona Rodriguez e Ortelio Jaime Guerra. Esses cinco casos são diferentes dos 22 contabilizados até então, porque eles não retornaram para Cuba.
Atualmente, o Ministério da Saúde não tem um protocolo para definir prazos nem regras sobre o afastamento dos participantes do programa Mais Médicos. Diante da debandada, o ministro Arthur Chioro disse que nesta quinta-feira serão publicadas no Diário Oficial da União as normas para definir o processo de desligamento. O governo pretende fixar um limite de dez a quinze dias para o município onde os médicos atuam informar a saída dos profissionais. Também nesta quinta será divulgada a lista de 89 profissionais considerados faltosos. Caso eles não retornem aos postos, a pasta iniciará o processo de desligamento com a convocação de substitutos.
O ministro da Saúde afirmou ainda que o governo endurecerá as punições para os municípios que descumprirem as obrigações com o programa, como o repasse de verbas. Será estabelecido um prazo de cinco dias para que as cidades apresentem justificativas para os problemas, além de um limite de quinze dias para a correção. Caso as irregularidades não sejam solucionadas, os municípios podem ser descadastrados doMais Médicos. “Não podemos imaginar que um programa com esse sucesso possa ter problemas porque um município não consegue cumprir as suas responsabilidades”, disse Chioro. 
Chioro negou que a saída de médicos preocupe o governo. “Para nós, o que preocupa é recompor o programa Mais Médicos e garantir a cada brasileiro o direito a ter uma equipe completa. Comparando-se a experiências internacionais, esse número ainda é insignificante”, disse Chioro. (Com informações da Veja)

MP investiga o deputado Major Araújo que teria nomeado dois irmãos na Assembleia

Deputado garante que é inocente e que vai até as últimas consequências com o MP-GO

Major
A promotora de Justiça Marlene Nunes Freitas Bueno instaurou inquérito civil público para apurar denúncia de que o deputado Major Araújo mantém em seu gabinete na Assembleia Legislativa policiais militares que estão em desvio de função, além de também estarem lotados ali dois militares que são irmãos do parlamentar.
A notícia aponta que estariam em desvio de função o cabo da Polícia Militar Reginaldo, que atuaria na função de motorista, o sargento Delcione, como chefe de gabinete, além do tenente Vilmar. Já os irmãos do deputado lotados no gabinete seriam os sargentos Ário Alves Araújo e Cícero Alves Araújo.
Conforme esclarece a promotora, caso os fatos narrados sejam comprovados, incidirão nas hipóteses contidas na Lei de Ação Civil Pública e na Lei de Improbidade Administrativa. Como providências, ela requisitou ao deputado informações relativas aos fatos, que deverão ser apresentadas junto com os documentos relativos a todos os servidores lotados no gabinete, inclusive com a descrição das atribuições de cada um. (Cristina Rosa / Assessoria de Comunicação Social do MP-GO)

MPF investiga doações de dinheiro do Bolsa Família para campanhas eleitorais em Goiânia

20 pessoas que receberam o Bolsa Família em Goiânia foram doadores de campanhas nas eleições de 2012.

bolsa_familia_081
O Ministério Público Federal em Goiás (MPF/GO) requisitou à Secretaria Nacional de Renda e Cidadania o cruzamento de informações do Cadastro Nacional dos Beneficiários do Programa Bolsa Família com a lista de doadores nas eleições municipais no ano de 2012.
O objetivo é identificar a inscrição e manutenção de beneficiários com renda superior à máxima permitida pelo Programa. Em investigação conduzida pelo MPF/GO, foram detectadas 20 pessoas que recebiam o benefício em Goiânia (GO) e foram doadores de recursos para campanhas nas eleições de 2012.
“O programa Bolsa Família é destinado a núcleos familiares em situação de extrema pobreza, o qual tem por objetivo assegurar o direito humano à alimentação adequada, promover a segurança alimentar e nutricional, contribuindo para a conquista da cidadania pela população mais vulnerável à fome”, explica o procurador Ailton Benedito, responsável pelas investigações.
A requisição do MPF/GO à Secretaria Nacional de Renda e Cidadania, estabelece o prazo de 20 dias para o cruzamento dos dados e o fornecimento das informações sobre as providências consequentes. Destaca-se que os dados poderão ser utilizados para a sanção de eventuais práticas ilícitas.






Fonte: Rota Jurídica

Robston ganha na justiça a quantia de R$ 144 mil do Atlético/GO

Jogador que está suspenso por ter sido pego no exame antidoping faz acordo com o Dragão

Robston
Termina em acordo na justiça a relação entre o jogador Robston e o Atlético Clube Goianiense. O juiz Luiz Eduardo da Silva Paraguassu, titular da 8ª Vara do Trabalho de Goiânia, homologou nesta segunda-feira, 10/2, acordo entre o Atlético Clube Goianiense e o jogador Carlos Robston Ludgero Junior dando fim à ação que havia sido proposta pelo atleta em dezembro do ano passado.
No acordo, o clube se comprometeu a pagar ao jogador a importância de R$ 144 mil divididos em 12 parcelas mensais a título de diferenças salariais não recebidas pelo atleta durante a vigência do contrato de trabalho.

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Ary Valadão decreta: Iris Rezende foi “o maior ladrão que Goiás já conheceu”.


Iris e Ary Valadão
A polêmica está instalada no cenário político de Goiás, e provavelmente teremos desdobramentos na justiça goiana. Dois ex-governadores do estado de Goiás, queiram ou não, estarão a partir de hoje em guerra total. A vida em Goiás nunca mais será a mesma para Iris Rezende Machado e para Ary Ribeiro Valadão. O jornal Diário da Manhã publica, nesta segunda-feira, ampla entrevista com dois ex-governadores de Goiás que hoje desfrutam de paz e tranquilidade incompatíveis com a rotina política: Ary Valadão e Irapuan Costa Júnior.
As duas entrevistas, assinadas pela jornalista Danyla Martins, têm inequívoco valor histórico e haverão de servir de material de pesquisa para estudiosos do passado de Goiás. Mas o melhor está no rodapé da entrevista com Ary e passa despercebido pelos mais desatentos: Ary Valadão chama Iris Rezende de “o maior ladrão da história de Goiás”.
Iris Rezende foi o maior ladrão que o Estado já conheceu. Era até chamado, na minha época, de Mentiris. E não tenho medo, pode até vir falar comigo que terei essa mesma opinião”.
Iris sucedeu Ary Valadão no governo em 1983 depois de uma campanha agressiva contra o ex-governador. No seu longo período no poder, ocupou-se de desconstruir impiedosamente o mandato do antecessor.
E agora, Iris?
Veja a entrevista de Ary Valadão ao jornal Diário da Manhã deste segunda-feira, 10/02/2014.
Entrevista de Ary Valadão

Veja os gols da segunda rodada do 2º turno do Campeonato Goiano


Assista agora os gols que fizeram a alegria do torcedor goiano na segunda rodada do segundo turno doCampeonato Goiano de futebol em 2014. Destaque para a vitória do Goianésia sobre o Atlético/GO com três gols do veterano atacante Nonato.

Be Sociable, Share!

Goiás Mais Seguro: policial que apreender arma será gratificado


Marconi e Joaquim  Mesquita

A Secretaria da Segurança Pública de Goiás lançou o programa de pagamento de bonificação por apreensão de armas. A gratificação será paga a integrantes da Polícia Militar, Polícia Civil, Política Técnico-Científica e Corpo de Bombeiros que efetuarem apreensões de armas de fogo irregulares.
Secretário de Segurança Pública, Joaquim Mesquita, explica que o programa Goiás Mais Seguro prevê gratificação de R$ 200,00 por arma de fogo irregular apreendida. A gratificação será paga a integrantes da Polícia Militar, Polícia Civil, Política Técnico-Científica e Corpo de Bombeiros que efetuarem apreensões de armas de fogo irregulares.
“O valor de R$ 200,00 será individual ou por equipe, com limite de R$ 1 mil por profissional por mês e será pago na folha de pagamento. O governo estadual espera investir até R$ 1 milhão por mês”, ressalta Joaquim Mesquita. De acordo com dados da Secretaria de Segurança Pública, somente a Polícia Militar apreendeu 3.238 armas de fogo irregulares em 2013. O número superou quase 25% o de 2012, quando foram apreendidas 2.625 armas de fogo ilegais. “Só em janeiro de 2014, outras 282 armas foram apreendidas”, destaca o secretário.
“Este programa de bonificação sobre armas apreendidas já é algo que acontece em outros estados. É um apoio para a redução dos índices de criminalidade. As armas apreendidas serão encaminhadas ao poder judiciário para serem devidamente destruídas”, finaliza o secretário da Segurança Pública de Goiás, Joaquim Mesquita.
Segundo a Secretaria de Segurança Pública de Goiás, o número de homicídios no estado recuou em janeiro, se comparado a dezembro de 2013. Na capital, foram registrados 49 homicídios no mês de janeiro de 2014, enquanto em dezembro do ano passado foram registrados 60 homicídios.

Ary Valadão define Junior Friboi: “quer ser governador só para pagar suas dívidas.”


Ary Valadão e Friboi
Em entrevista polêmica ao jornal Diário da Manhã desta segunda-feira, 10/02, onde o ex-governador de Goiás, Ary Valadão, declarou que Iris Rezende (PMDB) é o “maior ladrão que Goiás já conheceu“, o clima também esquentou para o empresário bilionário, Junior Friboi, que também tenta emplacar como candidato ao governo de Goiás em 2014.
Ary Valadão não economizou críticas a Friboi. Para o ex-governador, Junior Friboitem apenas um único objetivo ao tentar chegar ao governo de Goiás: pagar suas altíssimas dívidas. Como isso seria possível, Ary Valadão não esclareceu, todavia disse que não é assim que se ganha uma eleição. Pelo jeito o velho Ary Valadão, que se diz idoso e não velho, não perdeu o jeito de fazer política. Na mesma entrevista, o ex-governador de Goiás diz estar acompanhando atentamente a política do estado, e que seu candidato nas próximas eleições ao governo de Goiás é Marconi Perillo.
Veja a matéria do jornal Diário da Manhã publicada nesta segunda-feira!
Entrevista de Ary Valadão

sábado, 8 de fevereiro de 2014

Bandido é na cadeia! Mensaleiro João Paulo Cunha pede renúncia

 

Deputado
Mais um mensaleiro foi obrigado a jogar a toalha e aceitar a realidade: lugar debandido é na cadeia! O petista João Paulo Cunha, condenado pelo mensalão, pediu renúncia ao mandato de deputado federal. Ele enviou uma carta à Secretaria-Geral da Mesa Diretora da Câmara, que foi recebida às 20h21 desta sexta-feira (7). “É com a consciência do dever cumprido e baseado nos preceitos da Constituição Federal e no Regimento Interno da Câmara dos Deputados que eu renuncio ao meu mandato de Deputado Federal”, diz o texto. 
A carta tem ainda uma citação do escritor e jornalista cubano Leonardo Padura: “…pois a dor e a miséria figuram entre aquelas poucas coisas que, quando repartidas, tornam-se sempre maiores”.
O deputado João Paulo Cunha se entregou à Polícia Federal nesta terça-feira (4). Um mês após ter decretado sua prisão, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, expediu apenas nesta semana sua ordem de prisão. João Paulo Cunha está preso no Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília. 
O deputado, de 55 anos, participou da criação do PT em Osasco, foi eleito deputado federal e já chegou a ocupar, provisoriamente, a Presidência da República, na ausência do presidente e vice-presidente.

Marconi Perillo anuncia giro por 109 cidades de Goiás até 04 de abril.


Marconi em Hidrolândia
Ao vistoriar as obras de construção de 45 unidades habitacionais em Edealina, o governador Marconi Perillo anunciou que fará um giro por mais de 100 municípios até o dia 4 de abril. “Estou visitando 109 cidades até o dia 04 de abril, e fiz muita questão de incluir Edealina e região nesta programação. Estamos fazendo um investimento histórico aqui. Uma indústria de 1 bilhão vai se instalar aqui, trazendo empregos, impostos e investimentos para a região. O governo garantiu incentivos fiscais para que isto acontecesse”, destacou.
Marconi Perillo também falou sobre as obras de reconstrução das rodovias que já somaram mais de 4 mil km concluídos. “Nosso projeto é ambicioso e não para aí, em seguida 2039 km de rodovias serão reconstruídas. Estamos reconstruindo a malha viária de todo o estado”, ressaltou.
“Não estamos aqui com promessas, estou falando de obras em andamento. A fábrica é uma realidade, as casas da Agehab estão sendo construídas e os outros benefícios também estão sendo tocadas. Investimos em obras, mas também investimos no ser humano com os programas da Bolsa Universitária, Bolsa Futuro, entre outros. Muitos jovens tem tido acesso ao diploma universitário gracas ao governo de Goiás.”, acrescentou Marconi.
Falando para um público aproximado de mil pessoas na cidade de Hidrolândia, o governador Marconi Perillo lembrou que apesar das dificuldades nos dois primeiros anos de sua administração, o estado investe hoje cerca de R$ 10 bilhões em obras físicas em todos os municípios goianos. 
Ainda em Hidrolândia, na entrega do Complexo Esportivo Alcides Machado, reformado pelo governo do Estado junto com a Prefeitura, o governador brincou com o prefeito Paulinho Rezende, ex-goleiro profissional, e bateu um pênalti com ele no gol. Bola na rede! Mas era tudo festa. 
Marconi bate Penalty

Comurg e Sedem: assessores de Paulo Garcia (PT) são denunciados por fraude e associação criminosa


Paulo Garcia e Luciano de Castro
O promotor de Justiça Saulo de Castro Bezerra ofereceu denúncia criminal contra o presidente da Comurg, Luciano Henrique de Castro, braço direito do ex-prefeito Iris Rezende (PMDB) e do atual prefeito, Paulo Garcia (PT), os ex-chefes de departamento da empresa, Albertino Simão Borges e Otomilton Pereira Pignata, além dos comerciantes Raimundo Rairton Paulo de Assunção, Elizângela Elias Mendonça, Antônia Sônia Pereira Paulo, Fábio Antônio da Silva e Francisco Airton Paulo Assunção.
Também foram denunciados o então titular da Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Goiânia João de Paiva Ribeiro e os empresários Clever Marques, Paolla Raphaella Holanda Alves de Sá, Nilton Rodrigues dos Reis, Gregório Barreto Rangel, Flávio Aparecido de Souza, Dario Ribeiro da Silva, João Marcelo Passaglia Ribeiro, Eliane Faria do Carmo e Marli Ribeiro.
Todos eles foram denunciados pelos crimes de associação criminosafraude e dispensa irregular de licitaçãoDe acordo com Saulo Bezerra, eles formaram dois grupos distintos para fraudar licitações promovidas pela Comurg, entre os anos de 2009 e 2011, e por diversas prefeituras do interior de Goiás.
O esquema funcionava mediante o prévio ajuste de preços e serviços, uso de documentos falsos, terceirização dos serviços contratados, uso de empresas constituídas apenas para servir de apoio (laranjas) e, assim, figurar em concorrências públicas desequilibrando o processo licitatório, bem como por dispensa de licitação fora das hipóteses legais, sem observâncias das formalidades, sempre em benefício das empresas Nacional Cardans Ltda. e a CCM Comércio de Peças Ltda.
As investigações da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes contra a Administração Pública (Decarp) concluíram que, para a consumação das fraudes na Comurg, os dois grupos tinham em comum a participação dos denunciados Luciano de Castro, Otomilton e Albertino.
Quem é quem no esquema
Luciano de Castro – ex-presidente da Comurg
Albertino Simão Borges – ex-chefe do Departamento de Transportes da Comurg
Otomilton Pereira Pignata – ex-chefe do Departamento de Compras da Comurg
Raimundo Rairton Paulo de Assunção – proprietário da Nacional Cardans Ltda. e representante legal da Comerciauto
Elizângela Mendonça – representante da Comerciauto e secretária da Nacional Cardans
Antônia Paulo – prima de Raimundo, representante da Comerciauto
Fábio da Silva – companheiro de Antônia, sócio da Comerciauto
Francisco Airton – irmão de Raimundo, proprietário da Cardans e Molas do Centro Oeste Ltda.
João de Paiva Ribeiro – ex-diretor do Departamento de Compras da Prefeitura de Goiânia e ex- secretário da Sedem, proprietário efetivo da CCM Comércio de Peças Ltda, e das empresas Mape e Copese.
Clever Marques – funcionário municipal, em nome de quem foi constituída a CCM. Também foi sócio da Copese, cedendo lugar à Marli Ribeiro
Marli Ribeiro – sócia de João de Paiva na Copese
Eliane do Carmo – ex-secretária de João de Paiva, a quem foi conferida a constituição da CCM
Dario da Silva – ex-chefe de gabinete da Sedem, representante legal da CCM
Flávio Aparecido de Souza – gerente da Stillo e representante legal da Triunfo
João Marcelo Ribeiro – filho de João de Paiva, dono da Sedesp e do imóvel onde funcionavam as outras 3 empresas do grupo
Paolla Raphaella de Sá – proprietária da Stillo
Nilton Rodrigues dos Reis – sócio da Triunfo
Gregório Rangel – sócio da Triunfo
Flávio Aparecido da Silva – representante legal da Stillo e da Triunfo
Primeiro grupo
Em abril de 2010, a Nacional Cardans Comércio de Auto Peças e Serviços Ltda., de Raimundo Assunção, venceu licitação, na modalidade pregão, no valor de R$ 2,8 milhões, cujo procedimento foi instruído com orçamento de três outras empresas. Dois desses orçamentos foram fornecidos pelo próprio dono da Nacional, sendo recebidos e admitidos por Albertino, ex-chefe do setor de compras da Comurg.
Um dos orçamentos foi feito pela Cardans e Molas do Centro Oeste Ltda., empresa criada por Raimundo e registrada em nome de seu irmão, Francisco Airton, para dar suporte à Nacional.
Segundo a denúncia, a Cardans funcionava em um pequeno cômodo, não possuindo qualquer estrutura que permitisse executar os serviços propostos na licitação. Algum tempo depois, ela passou a funcionar dentro das dependências da Nacional, em clara evidência de que pertenciam ao mesmo grupo econômico.
Em outro processo autorizado por Luciano de Castro para contratação de empresa de manutenção de caminhões de lixo, no valor mensal de R$ 4 mil, Otomilton admitiu dois orçamentos falsos, confeccionados e fornecidos por Raimundo, com o fim de justificar a contratação e obter vantagens ilícitas mediante a manipulação dos preços.
Para colocar o plano em prática, foram juntados no processo orçamentos de duas empresas, que jamais participaram de qualquer concorrência, não eram cadastradas no Departamento de Licitação, fatos ignorados pela Comurg. Essas empresas desconheciam as fraudes praticadas com os documentos falsificados em seus nomes.
As investigações policiais concluíram que Raimundo Assunção também controla a empresa Comerciauto, que foi constituída em nome de Antônia Paulo e seu companheiro Fábio da Silva, também para dar suporte à Nacional Cardans e figurar em licitações da Comurg e de prefeituras do interior.
Para dar um caráter de autenticidade, a Comerciauto chegou a ser declarada vencedora de uma das licitações, mesmo não possuindo estrutura física e capacidade financeira para honrar os serviços. Na ocasião, a Comerciauto foi representada por Elizângela, secretária da Nacional Cardans e pessoa de confiança de Raimundo, em clara demonstração de burla ao processo.
A investigação também apontou que a Cardans e a Comerciauto são coirmãs, controladas por Raimundo para fraudar e vencer licitações, tanto que ele passou a figurar como representante legal da segunda empresa na Comurg, com poderes para falar em nome da empresa, condição nunca questionada pelos ex-gestores do órgão, esclarece Saulo Bezerra.
Em outras oportunidades, conforme destaca a denúncia, Elizângela também representou a Cardans em licitações da Comurg, assim como a própria Nacional Cardans, evidenciando não haver qualquer real concorrência entre as participantes, nem temor de serem impedidos do esquema criminoso. A Nacional venceu inúmeras outras concorrências, inclusive, mediante dispensa irregular e ilegal de licitação.
Segundo grupo
Um outro grupo também foi formado com a finalidade de fraudar licitações daComurg, igualmente contava com a efetiva participação dos denunciados Luciano de Castro, Otomilton Pignata e Albertino Borges.
Após busca e apreensão nas empresas CCM Comércio de Peças Ltda., Copese – Comercial de Peças e Serviços Ltda., Mape – Máquinas e Peças e Sedesp Construtora Ltda. ficou comprovado que elas compõem um único grupo econômico, que agia para fraudar licitações da Comurg e também de prefeituras do interior. O esquema igualmente se dava mediante prévio ajuste de preços e uso de empresas laranjas.
Juntamente com essas empresas, a Triunfo Distribuidora de Peças Ltda. e a Stillo Comércio e Representações Ltda. também serviram de apoio para simular participação em licitações para favorecer a CCM, controlada por João de Paiva Ribeiro.
O promotor revela que João de Paiva inicialmente constituiu a Mape e também a Copese, esta última tendo como sócia Marli Ribeiro, sua funcionária. Já a CCM foi constituída em nome de Clever Marques e Eliane do Carmo, respectivamente advogado e secretária de João de Paiva. Posteriormente, Clever se retirou da CCM, dando lugar à Marli, sócia de João de Paiva na Copese. Todos eles burlaram os editais de licitações que proíbem participação de empresas que tenham como sócio servidor público vinculado ao órgão promotor da licitação.
A denúncia alerta para o fato ainda de que a CCM subcontratava os serviços assumidos, embora os editais proibissem expressamente essa transferência, sem prévia e expressa autorização.
Certos da conivência de Luciano de Castro, Otomilton e Albertino, responsáveis pelos processos licitatórios da Comurg, a Dercap apurou que a CCM, a Copese e a Mape, embora supostamente concorrentes, funcionavam em um único imóvel, de propriedade de João Marcelo, filho de João de Paiva. A Sedesp, outra empresa de João de Paiva, ocupava imóvel anexo ao do filho. Complementando o rol de irregularidades da CCM, também está o fato de o chefe de gabinete da Sedem, Dario da Silva, ter representado a empresa por diversas vezes nas licitações.
Por fim, o promotor relata o envolvimento das empresas Triunfo, de Nilton dos Reis e Gregório Rangel, e da Stillo, de Paolla de Sá, em apoio à empresa CCM, apenas figurando nas licitações. Nessas ocasiões prestaram falsas declarações, não tendo reais condições de honrar com as condições do contrato. Em anotações da CCP eles aparecem como destinatários de pagamentos rotineiros. Flávio de Souza, que também figura na agenda de pagamentos da empresa, representou a Triunfo e a Stillo em várias licitações, sem que a situação fosse impedida. Nilton, sócio da Triunfo, também representou a Stillo em outras licitações.
TCM
Saulo Bezerra observa que o Tribunal de Contas dos Municípios sugeriu várias imputações de débito e a aplicação de multas diversas a Luciano Henrique de Castro em virtude da constatação das reiteradas irregularidades cometidas nas licitações promovidas pela Comurg, com severos prejuízos aos cofres públicos. Agora, ele e os demais envolvidos no esquema fraudulento estão sendo denunciados pelo MP pelos crimes de associação criminosa, conforme prevê o Código Penal, crime apenável com reclusão de 1 a 3 anos, e por dispensa irregular e fraude na licitação, conforme a Lei de Licitações. As penas previstas nestes casos são de detenção de 3 a 5 anos e de 2 a 4 anos, respectivamente. Fonte: MP-GO

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Série B: CBF divulga a tabela da segunda divisão


Brasileirão B
A Diretoria de Competições da CBF divulga a tabela do Campeonato Brasileiro daSérie B 2014.
Confira a tabela no documento abaixo.
TABELA DO BRASILEIRÃO SÉRIE B

Produção Industrial: Goiás tem crescimento destaque no Brasil

Produção Industrial

As múltiplas ações do Governo Marconi Perillo no sentido de atrair e apoiar indústrias resultam em resultados positivos concretos. Em 2013, Goiás foi a terceira Unidade da Federação com maior crescimento na produção industrial. A comparação com o mês de novembro daquele mesmo ano mostrou um crescimento de 8,2%. Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que na comparação novembro-dezembro de 2013 a produção industrial caiu em 11 localidades, com destaque para Minas Gerais (-8,6%).
No cálculo geral do ano passado, a produção industrial cresceu em 11 dos 14 locais pesquisados. Destacaram-se o Rio Grande do Sul (com alta de 6,8%), o Paraná (5,6%), Goiás (5%) e Bahia (3,8%). Também tiveram altas acima da média nacional de 1,2% os estados do Ceará (3,3%) e de Santa Catarina (1,5%). Outros locais com crescimento em 2013 foram a Região Nordeste (0,8%) e os estados de São Paulo (0,7%), Pernambuco (0,7%), do Amazonas (0,7%) e Rio de Janeiro (0,1%).
Três estados tiveram queda na produção industrial: Espírito Santo (-6,7%), Pará (-4,9%) e Minas Gerais (-1,3%). Na comparação de dezembro de 2013 com o mesmo período de 2012, houve queda em oito locais. O destaque positivo foi o Rio Grande do Sul, com aumento de 11% e o destaque negativo, Minas Gerais, com recuo de 7,2% na produção.