sábado, 8 de fevereiro de 2014

Bandido é na cadeia! Mensaleiro João Paulo Cunha pede renúncia

 

Deputado
Mais um mensaleiro foi obrigado a jogar a toalha e aceitar a realidade: lugar debandido é na cadeia! O petista João Paulo Cunha, condenado pelo mensalão, pediu renúncia ao mandato de deputado federal. Ele enviou uma carta à Secretaria-Geral da Mesa Diretora da Câmara, que foi recebida às 20h21 desta sexta-feira (7). “É com a consciência do dever cumprido e baseado nos preceitos da Constituição Federal e no Regimento Interno da Câmara dos Deputados que eu renuncio ao meu mandato de Deputado Federal”, diz o texto. 
A carta tem ainda uma citação do escritor e jornalista cubano Leonardo Padura: “…pois a dor e a miséria figuram entre aquelas poucas coisas que, quando repartidas, tornam-se sempre maiores”.
O deputado João Paulo Cunha se entregou à Polícia Federal nesta terça-feira (4). Um mês após ter decretado sua prisão, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, expediu apenas nesta semana sua ordem de prisão. João Paulo Cunha está preso no Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília. 
O deputado, de 55 anos, participou da criação do PT em Osasco, foi eleito deputado federal e já chegou a ocupar, provisoriamente, a Presidência da República, na ausência do presidente e vice-presidente.