quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

Bomba! Médica cubana foge dos Mais Médicos e denuncia exploração dos governos do PT e de Cuba


Médica cubana
A liderança do DEM na Câmara Federal se transformou em um terreno para asilo temporário de uma médica cubana que veio trabalhar no Brasil através do programaMais Médicos do Governo Federal. Não suportando mais ser explorada pelos governos de Cuba e do PT, a médica abandonou seu posto e pediu ajuda na Câmara Federal. O médico e líder de DEM na Câmara Federal, Ronaldo Caiado, informou que dará á médica cubana proteção na liderança do DEM, e que nesta quarta-feira o partido entra com pedido oficial de asilo, com base nas denúncias de abuso eexploração relatadas pela profissional de Cuba.
Confira o relato e o contrato da médica cubana, publicados por Ronaldo Caiado,  e que comprovam a exploração do Governo do PT e do Governo de Cuba aos profissionais daquele país do Caribe!

A médica cubana Ramona Matos Rodriguez, que veio a o País trabalhar no Mais Médicos, fugiu do regime ditatorial cubano. Ramona estava na cidade de Pacajá. Cansada de ser explorada pelos governos brasileiros e cubanos, fugiu no último sábado e nos procurou. 
Ramona pediu ajuda a nós para conseguir asilo político. Vocês se recordam quando fizemos o alerta sobre o escândalo que era o Mais Médicos. Eu alertei que os médicos cubanos receberiam uma parte muito pequena dos R$ 10 mil pagos pelo Brasil, que eles seriam explorados. 
Ramona nos entregou cópia do contrato assinado. E sabe qual a surpresa? O contrato é intermediado por uma empresa que funciona como “gato”. A “Comercializadora de Servicios Médicos Cubanos S.A.” é a responsável pelos contratos. Ela recebe 400 dólares (R$800) dos R$ 10 mil. Outros 600 dólares (R$ 1200) são depositados em uma conta cubana e supostamente seriam pagos quando o médico retornasse. E o restante dos R$ 10 mil mensais? Para o bolso dos ditadores Castro. 
Já falei com a Comissão de Direitos Humanos da OAB e vamos entrar com o pedido de asilo, amanhã, no Ministério da Justiça! Se Ramona voltar para Cuba, será presa. A Polícia Federal já está atrás dela. Grampearam o seu telefone. A Liderança do Democratas agora é a embaixada de apoio aos refugiado cubanos. Ela vai ficar aqui. Daqui só sai quando estiver segura.

Confira o contrato da médica cubana com o Mais Médicos. É pura exploração!
Captura de Tela 2014-02-04 às 22.42.40
Captura de Tela 2014-02-04 às 22.42.51
Captura de Tela 2014-02-04 às 22.42.57
Captura de Tela 2014-02-04 às 22.43.07
Captura de Tela 2014-02-04 às 22.43.15