segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Goiás Mais Seguro: policial que apreender arma será gratificado


Marconi e Joaquim  Mesquita

A Secretaria da Segurança Pública de Goiás lançou o programa de pagamento de bonificação por apreensão de armas. A gratificação será paga a integrantes da Polícia Militar, Polícia Civil, Política Técnico-Científica e Corpo de Bombeiros que efetuarem apreensões de armas de fogo irregulares.
Secretário de Segurança Pública, Joaquim Mesquita, explica que o programa Goiás Mais Seguro prevê gratificação de R$ 200,00 por arma de fogo irregular apreendida. A gratificação será paga a integrantes da Polícia Militar, Polícia Civil, Política Técnico-Científica e Corpo de Bombeiros que efetuarem apreensões de armas de fogo irregulares.
“O valor de R$ 200,00 será individual ou por equipe, com limite de R$ 1 mil por profissional por mês e será pago na folha de pagamento. O governo estadual espera investir até R$ 1 milhão por mês”, ressalta Joaquim Mesquita. De acordo com dados da Secretaria de Segurança Pública, somente a Polícia Militar apreendeu 3.238 armas de fogo irregulares em 2013. O número superou quase 25% o de 2012, quando foram apreendidas 2.625 armas de fogo ilegais. “Só em janeiro de 2014, outras 282 armas foram apreendidas”, destaca o secretário.
“Este programa de bonificação sobre armas apreendidas já é algo que acontece em outros estados. É um apoio para a redução dos índices de criminalidade. As armas apreendidas serão encaminhadas ao poder judiciário para serem devidamente destruídas”, finaliza o secretário da Segurança Pública de Goiás, Joaquim Mesquita.
Segundo a Secretaria de Segurança Pública de Goiás, o número de homicídios no estado recuou em janeiro, se comparado a dezembro de 2013. Na capital, foram registrados 49 homicídios no mês de janeiro de 2014, enquanto em dezembro do ano passado foram registrados 60 homicídios.