sábado, 15 de fevereiro de 2014

Marconi decide que o estado vai bancar sozinho o Passe Livre Estudantil

passe
Áulus Rincon
Depois de mais de seis meses de enrolação e muita choradeira por parte de alguns prefeitos da Região Metropolitana de Goiânia o Governador Marconi Perillo colocou um ponto final no entrave que impedia a concessão do Passe Livre Estudantil a alunos de 17 cidades. A partir de agora, o Governo de Goiás vai custear sozinho o valor do passe, que beneficiará um total de 115 mil estudantes.
O investimento do Governo do Estado para custear o passe será de R$ 40 milhões anuais. Ao anunciar a concessão do benefício, o Secretário de Governo Joaquim de Castro convocou todos os estudantes que ainda não tem o Passe Livre para que realizem o cadastramento até o próximo dia sete de março em qualquer unidade do Vapt Vupt ou no Setransp.
O secretário disse ainda que sugeriu à Prefeitura de Goiânia que invista os R$ 10 milhões que seriam usados para o Passe Livre na reforma de pontos e plataformas de ônibus da Capital. O Passe Livre, ainda de acordo com Joaquim de Castro, passa a valer já a partir do próximo dia sete de março, sendo que cada estudante terá direito a 48 viagens mensais.