terça-feira, 18 de março de 2014

Caso Valério Luiz: negado recurso a Maurício Sampaio. Júri popular mais próximo

Maurício Sampaio e os outros quatros acusados da morte de Valério Luiz devem ir a júri popular

mauricio sampaio
No último dia 15 de janeiro, o Instituto Valério Luiz denunciou uma série de pedidos protelatórios protocolados por Maurício Sampaio no processo que julga o assassinato do jornalista Valério Luiz. A intenção do réu era atrasar o andamento dos trabalhos. Nova expedição de Ofícios já expedidos e juntada de informações há tempos presentes nos autos estavam entre os requerimentos. O juiz Lourival Machado, naturalmente, indeferiu tais manobras. Contra essa decisão, Sampaio interpôs recurso ao Tribunal (correição parcial).
O desembargador Ivo Fávaro, então, suspendeu o andamento do processo até o julgamento da correição (RITJGO, art.389, III). A Assistência à Acusação e o Ministério Público se manifestaram pelo não provimento do recurso e pela imediata abertura de prazo para alegações finais, última providência antes da pronúncia, decisão que levaráMaurício Sampaio e os outros 4 réus a Júri.
Saiba mais sobre o caso: 
No dia de hoje, 18 de março, o recurso foi julgado e improvido pelos desembargadores Ivo Fávaro, Avelirdes Almeida Pinheiro de Lemos e Nicomedes Domingos Borges, da 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça. Em face desse improvemento, será aberto prazo para a apresentação das alegações finais e o caso Valério Luiz seguirá para a decisão que envia os réus a Júri. Mais um passo rumo à Justiça!


Fonte: Instituto Valério Luís