sábado, 29 de março de 2014

Iris Rezende abandona disputa ao governo de Goiás.

Iris abandona a possibilidade de disputar o governo de Goiás e sinaliza que não apoiará Friboi

Iris
O ex-prefeito de Goiânia, Iris Rezende Machado, até bem pouco tempo unanimidade no PMDB de Goiás, anuncia que está completamente fora das eleições de 2014 em Goiás. Iris chutou o “pau da barraca” no que diz respeito a possibilidade de ser candidato ao governo de Goiás neste ano. O ex-prefeito de Goiânia divulgou até nota oficial para justificar a sua decisão de se retirar do processo político eleitoral em 2014. 
Iris não é pré-candidato e não será candidato ao governo de Goiás em 2014. O velho cacique do PMDB goiano apelou feio depois que o PT de Goiás homologou o nome do prefeito de Anápolis, Antônio Gomide, como o pré-candidato a governador de Goiás. “Com a decisão do PT de lançar Antônio Gomide e com a renúncia dele em 5 de abril, eu estou fora disso”, sentencia Iris.
Iris Rezende disse que havia se declarado provável candidato ao governo de Goiás na semana passada, apenas com a intenção de preservar a aliança com o PT, já que teria sido procurado por petistas que lhe informaram da possibilidade do PT apoiar o candidato do PMDB apenas se o candidato fosse ele, Iris Rezende.  Como o empresário Júnior Friboi (PMDB) nem sinalizou para a possibilidade de sair do cenário, e como o PT oficializou o projeto Gomide, Iris garante que dá mais para pensar no assunto candidatura. “Não dá mais, não. O PT tem razão de manter a candidatura Gomide de agora em diante. O prefeito renuncia e fica como? Que justificativa vai apresentar à cidade dele? Eu não vou me submeter a isso. Não estou nisso mais.”
Iris não deixou de fazer duras críticas ao “companheiro” de partido, Júnior Friboi. O velho modeba bateu pesado no colega ao dizer que considera um erro as declarações de Júnior sobre dinheiro e doações para campanhas. Iris disse para algumas pessoas que a postura de Júnior Friboi colabora para ele “não deslanchar” nas pesquisas eleitorais. Segundo o jornal O Popular, a aliados, Iris Rezende tem dito que aconselhou Júnior a evitar falar de dinheiro, mas que ele continuou “arrogando potência financeira”, “falando em milhões aqui e ali”. “Faltam sensibilidade e prática política. A coisa política não é uma empresa”, afirmou Iris, elevando o tom, segundo relatos de aliados.
Leia a nota oficial emitida por Iris Rezende ao sair da disputa pelo governo de Goiás em 2014!
Nas últimas semanas, muito se especulou sobre uma candidatura minha ao Governo de Goiás. Nunca me coloquei como pré-candidato, mas passei a analisar a possibilidade diante de resolução do PT nacional de que o PT de Goiás somente abriria mão de uma candidatura própria para me apoiar.
Respeito bastante a pré-candidatura do prefeito de Anápolis, Antônio Gomide, que está no direito de ser lançado candidato a governador. Até porque o PMDB lançou a candidatura de Júnior Friboi sem antes consultar o PT, que é aliado do PMDB desde 2008.
Todas as minhas ações vão na tentativa de unir a oposição, especialmente manter a vitoriosa aliança PMDB-PT. Se a maioria do PMDB rejeita uma aliança com o PT, respeitarei a decisão, embora defenda o contrário.
Iris Rezende Machado