terça-feira, 15 de abril de 2014

Goiás contrata o inexpressivo Ricardo Drubscky como técnico

Goiás contrata o inespressivo Ricardo Drubscky como técnico


Goiás contrata um treinador sem resultados expressivos no futebol brasileiro

Goiás já contratou seu novo técnico depois da demissão de Claudinei Oliveira. O inexpressivo Sebastião Ricardo Drubscky Campos, de 54 anos de idade, é novo técnico do Goiás Esporte Clube. A diretoria do Paraná Clube confirmou a saída do técnico Ricardo Drubscky na manhã desta terça-feira, que vai assumir o Goiás, após convite do clube da Série A. Contratado no início do abril, Drubscky dirigiu o clube apenas em uma partida na vitória por 3 a 1 sobre o São Bernardo, na Copa do Brasil. 
Em nota oficial, o Paraná Clube informou que o contrato com Drubscky foi rescindido após reunião. O treinador teria pago a multa rescisória para assumir o Goiás, que demitiu Claudinei Oliveira na última segunda-feira. O Tricolor segue os treinamentos para a estreia na Série B nesta sexta-feira contra o Sampaio Correa. Ainda não há previsão de quem substituirá Drubscky. 
Na última segunda-feira, o presidente do Goiás, Sergio Rassi havia confirmado o interesse em Drubscky e elogiou a experiência do treinador com categorias de base. Formado em Educação Física pela UFMG, iniciou sua carreira como preparador físico nas equipes de base do Cruzeiro em 1986 e entre 1987 e 1988 na equipe profissional do próprio clube mineiro, e no Club Deportivo Universidad Católica del Ecuador. Também foi auxiliar técnico em alguns clubes de Portugal e treinador de juniores em clubes do Japão. Na década de 2000, atuou como gerente e coordenador do departamento de futebol de equipes como Cruzeiro, Atlético Paranaense, Ipatinga, América Mineiro e Atlético Mineiro.
Como técnico, já atuou nas equipes profissionais do Esporte Clube Mamoré, América Mineiro, Democrata, Villa Nova, Ipatinga, Atlético Mineiro, Araçatuba, Valeriodoce, Botafogo (PB), Caxias do RS, Monte Azul, Tupi e Volta Redonda, sendo campeão paraibano em 2002 pelo Botafogo e pelo Tupi, em 2011, noCampeonato Brasileiro da Série D .
 Ricardo Drubscky e o autor do livro: “O Universo Tático do Futebol – Escola Brasileira”. Em junho de 2012 passou a comandar o Clube Atlético Paranaense, porém ficou por apenas duas partidas, virou auxiliar técnico e, após a demissão do novo técnico, Drubscky voltou ao comando do time paranaense.
Após mal início do Atlético no Campeonato Brasileiro de 2013, no dia 8 de julho de 2013, Ricardo Drubscky foi demitido do clube. Em 16 de dezembro de 2013 foi contratado pelo Criciúma como seu treinador para 2014. Comandou a equipe por sete jogos até 20 de fevereiro de 2014, quando foi demitido. Dias depois, Drubscky publicou carta aberta afirmando ter sido vítima do “imediatismo” do futebol brasileiro.


Em 4 de abril foi contratado pelo Paraná. No dia 15 de abril, após apenas um jogo no comando do Paraná, Drubscky assumiu o pagamento da multa rescisória e rescindiu o contrato com o clube após receber uma proposta do Goiás.