quarta-feira, 2 de abril de 2014

Ladrão que algemou e tomou armas de PMs é preso com carro roubado



ladra

Áulus Rincon
Chefe de uma quadrilha especializada em roubo de veículos, André Daher de Elias, 25, foi baleado e preso com um carro roubado após perseguição e troca de tiros na Avenida 85 no Setor Bueno. Em 2011, André ficou conhecido nacionalmente após render e tomar as pistolas de quatro policiais militares que estavam de serviço em Aparecida de Goiânia.
Um capitão do exército que teve o carro furtado no dia 13 de março foi quem, ao passar pelo posto que fica no cruzamento das Avenidas 85 com T-63 no Setor Bueno viu seu veículo Cruze estacionado e ocupado por três homens. Após perceber que o carro saía do local, o capitão passou a acompanhá-lo à distância, e pelo celular, acionou a Polícia Militar.
Ainda no Setor Bueno uma equipe da PM passou a perseguir os bandidos, que na tentativa de fugir atiraram contra os militares em seguida bateram em um poste. Mesmo feridos na colisão, os bandidos desceram atirando contra os militares, ocasião em que André Daher e  Alderico Cardoso de Oliveira Filho, 23, foram baleados na perna e presos. Um terceiro criminoso conseguiu escapar.
ladra1


Com André, que segundo a polícia comanda uma das maiores quadrilhas de ladrões de veículos que age em Goiânia os policiais aprenderam uma pistola Jericó calibre 9 milímetros de uso restrito. Em 2011, André foi preso no Rio de Janeiro três meses após render, tomar a arma de quatro PMs e deixá-los algemados em Aparecida de Goiânia. Durante entrevista naquela ocasião, o assaltante zombou dos militares e disse que não estava arrependido. “Uai, eles vivem prendendo a gente, que mal tem prender eles uma vez?”, indagou o preso na época a um repórter da Record Carioca. Quando forem liberados do Hugo, André e Alderico serão encaminhados para a Delegacia Estadual de Repressão aos Furtos e Roubos de Veículos Automotores (DERFRVA), que irá investigar a participação deles em outros roubos ocorridos na Grande Goiânia. Fotos: Matias Pinheiro