terça-feira, 8 de abril de 2014

Polícia fecha depósito onde cerveja era falsificada em Goiás

Polícia fecha depósito onde cerveja era falsificada


 

O GENARC de Itumbiara fechou uma fábrica de cerveja falsa na Rua 103, Cidade Jardim, em Itumbiara. O local já vinha sendo monitorado há meses suspeito de tráfico de drogas, mas durante as diligências foi identificado que no local um grande volume de cerveja vinha sendo falsificada e comercializada em bares e restaurantes da cidade e região, o Delegado Rilmo Braga coordenador do grupo decidiu eclodir  a operação, prestigiando a sociedade e os consumidores da região que vinham sendo lesados. 

No local foram apreendidos mais de 2.000 cervejas falsificadas prontas para a venda, dezenas de milhares de rótulos e tampinhas descartadas de marcas de cerveja de menor preço e outra quantia ainda maior de rótulos e tampinhas de cervejas de preço mais elevados que eram instalados nas garrafas de marca mais barata para parecer ao consumidor final que estaria consumindo cerveja de marca cara.
Foi apreendida também uma maquina tipo prensa apropriada para a instalação das tampinhas nas garrafas de cerveja falsa, bebida que estava sendo vendida para bares, restaurantes e disk bebidas da cidade, estabelecimentos que estavam lesando seus consumidores vendendo cerveja falsa como se fosse de 1ª qualidade, ou seja, consumidores pagando barato e achando que estavam a consumir cerveja de 1ª.  Ademais foram apreendidos maquinários e produtos químicos usados na retirada e na colocação de rótulos e tampinhas, bem como um veículo Kombi, usado na distribuição do produto.
cerva1
Foi preso Fabiano Teixeira Martins, de 30 anos, flagrado pela equipe do GENARC retirando rótulos das garrafas.  O mesmo foi autuado em flagrante no GENARC de Itumbiara pelo crime previsto no art. 272 do Código Penal e sua pena pode chegar a 8 anos de reclusão.