sexta-feira, 2 de maio de 2014

Marconi Perillo repassará R$ 5,8 milhões para ajudar Paulo Garcia a resolver o problema do lixo em Goiânia

Marconi Perillo repassará R$ 5,8 milhões para ajudar Paulo Garcia a resolver o problema do lixo em Goiânia


Governador Marconi demonstra como é governar de modo 100% republicano

Em atitude de um verdadeiro estadista o governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), arregaçou as mangas e partiu pra cima do gravíssimo problema da coleta do lixo em Goiânia. Marconi Perillo chamou o prefeito de Goiânia, Paulo Garcia (PT), e ofereceu uma ajuda prática para solucionar um dos maiores problemas que a população da capital já enfrentou nos últimos tempos. Sem olhar para questões partidárias, políticas ou eleitorais, Marconi Perillo mostra sua sensibilidade para com os goianienses e coloca o estado para ajudar a resolver um problema que é da Prefeitura de Goiânia. Este é um exemplo de como deve se governar de modo 100% republicano.
O governador Marconi Perillo determinou em caráter emergencial, a liberação de recursos do Tesouro Estadual para que a Prefeitura de Goiânia efetue a compra de caminhões compactadores de lixo. O Governo de Goiás e a Prefeitura de Goiânia assinarão, nos próximos dias, um termo de convênio que prevê a destinação de R$ 6 milhões para a aquisição, em caráter emergencial, de caminhões compactadores.
Segundo os termos do convênio, o Governo de Goiás repassará R$ 5,8 milhões para a Prefeitura, que entrará com contrapartida de R$ 200 mil para a compra dos veículos. A iniciativa do Governo do Estado, segundo o governador, tem como objetivo colaborar com as medidas tomadas pelo prefeito Paulo Garcia para solucionar os problemas da coleta de lixo da Capital.
A crise do lixo se agravou há 15 dias depois que a Comurg (companhia municipal responsável pela coleta) não pagou dívida com uma empresa, que retirou das ruas 29 caminhões coletores. O recolhimento de lixo então passou a ser feito de forma improvisada com caminhões caçamba e até patrol. O Paço informou ontem que os 29 veículos da empresa Metropolitana voltaram a atuar na tarde de ontem.