sexta-feira, 27 de junho de 2014

“Nem parece que estou no hospital, estou me sentindo em um hotel”, diz paciente do Hugo



Paciente do HUGO

Governador Marconi Perillo transformou o HUGO em um dos hospitais mais modernos do Brasil

“Nem parece que estou no hospital, estou me sentindo em um hotel”, foi o que disse o Sr. Orlando Mariano Filho, 51, representante comercial, após ser questionado sobre as novas reformas do Hugo. Seu Orlando está internado no Hospital de Urgências de Goiânia e não poupa elogios ao atendimento e infraestrutura do hospital. “Essas reformas que foram feitas com o empenho do governador Marconi Perillo e outros profissionais, fizeram uma grande diferença. Aqui tudo é limpo e organizado, tem banheiro dentro do quarto e televisão. Tudo maravilhoso, não tenho nem como agradecer”, diz o Orlando.
Depois de passar por uma verdadeira revolução na estrutura física, gerencial e de recursos humanos, o Hospital de Urgências de Goiânia – HUGO – caminha para se transformar num Hospital Escola. As mudanças já podem ser sentidas por quem passar pela hospital. Segundo o Sr. Orlando, que é de São Paulo, “não é fácil encontrar um hospital como esse”.
Outra mudança perceptível no atual Hugo é a humanização e tratamento dos pacientes. “Hoje somos tratados com respeito. A gente cura até mais rápido. Não tem mal-cheiro, não tem infecções como antigamente. Estou muito feliz”, observa o paciente.
O governador aceitou o desafio feito por um dos diretores do Instituto Gerir, Organização Social que dirige o hospital, de garantir que a UTI do HUGOtenha o mesmo padrão de excelência da UTI do Hospital Geral de Goiânia Dr. Alberto Rassi (HGG), uma das mais modernas do País.