quinta-feira, 5 de junho de 2014

PF deflagra operação contra desmatamento ilegal



POlícia federal

Desmatamento do cerrado brasileiro é o principal crime cometido pela quadrilha investigada

Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira, (5), em uma ação conjunta com o Ministério Público Federal e o Ibama, a Operação Metástase, de combate ao desmatamento ilegal. Cerca de 400 Policiais Federais cumprem 48 mandados de prisão temporária, 46 mandados de busca e apreensão e três mandados de condução coercitiva nos estados de Goiás, Minas Gerais, Tocantins, Bahia, Mato Grosso, Paraná e Pernambuco.
A operação, desencadeada no dia mundial do meio ambiente, desarticulou uma organização criminosa especializada no desmatamento ilegal de vegetação nativa, principalmente na região do cerrado brasileiro. O grupo está sendo investigado há cerca de dois anos, tempo em que a polícia conseguiu mapear toda a rota de transporte da madeira.
A madeira, extraída irregularmente, era usada para produção, transporte e comercialização de carvão destinado ao abastecimento de fornos de indústrias siderúrgicas no estado de Minas Gerais. As investigações apontam que os criminosos fraudavam o sistema de controle de produtos florestais do Ibama, o DOF, documento exigido para exploração regular de madeira.
O nome da operação faz referência à forma como a organização atuava na exploração do cerrado, como um câncer que se espalhou pela região. O bioma é um dos mais ameaçados do país. Considerado a savana mais rica do mundo, com uma área original de 204 milhões de hectares, já perdeu mais de 60% da vegetação original.