segunda-feira, 7 de julho de 2014

Jovem que matou duas adolescentes em chacina é executado a tiros



morreu
Áulus Rincon
Apontado como autor dos disparos que mataram as adolescentes Raissa Souza Ferreira e Daniele Gomes da Silva, ambas de 15 anos em 19 de agosto do ano passado na Serra das Areias em Aparecida de Goiânia, Elvis Fortes, 18, foi morto com pelo menos quatro tiros no final da noite do último sábado. Na ocasião do crime que ficou conhecido como “chacina da Serra das Areias”, que vitimou outros dois jovens, Elvis chegou a ser apreendido, mas mesmo tendo confessado o crime não ficou nem um ano atrás das grades.
Parceiro de Thaygo Henrique Alves Santana, 18, e de Alisson Pereira Costa, 19, que estão presos acusados de serem autores da chacina, Elvis foi executado por pelo menos dois homens que estavam em um veículo escuro na Rua 15-C no Setor Garavelo em Aparecida de Goiânia. As primeiras informações indicam que o executor usou uma pistola calibre Ponto 40, que é de uso restrito das polícias e Forças Armadas.
O assassinato será apurado pelo titular do Grupo de Investigações de Homicídios (GIH) de Aparecida de Goiânia, Delegado Kléber Toledo, que também apurou no ano passado a chacina da Serra das Areias. Além das duas jovens que foram mortas por Elvis, a chacina deixou mortos também Neylor Henrique Gomes Carneiro, 19 e Dênis Pereira dos Santos, 16. O crime teria sido cometido depois que Thaygo flagrou conversas de Neylor com sua namorada no Facebook. Os outros três jovens, apurou a polícia à época, teriam sido executados apenas porque conheciam ou estavam juntos com Neylor no momento em que ele foi abordado.
Além dos dois maiores, a namorada de Thaygo, que tem 16 anos também continua apreendida. A previsão é de que Thaygo e Alisson sejam levados à júri popular ainda este ano.