terça-feira, 16 de setembro de 2014

Pai afirma que bebê morreu porque não foi atendido em Cais da prefeitura de Goiânia



pai-davi
O pequeno Davi Lucas, menos de um mês de vida, passou mal na manhã de domingo devido a complicações respiratórias e seu pai então decidiu levá-lo ao Cais da Chácara do Governador.
Ivair Lopes, o pai de Davi, disse que não havia médicos na unidade de saúde, que é de responsabilidade da prefeitura de Goiânia.
“Não tinha médico, uma enfermeira tentou reanimá-lo, não deu conta de reanimar, o Samu [Serviço de Atendimento Móvel de Urgência] veio pra prestar socorro, médico não tinha chegado ainda e ele morreu”, relatou o pai à TV Anhanguera.
Um diretor da Secretaria Municipal de Saúde que havia médico no local e o procedimento foi todo feito de forma correta. Ivair registrou uma queixa no 8º DP.