terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Kaká e a ex-mulher, Carol Celico, desistem de brigar na justiça depois da separação


kaka_cacelico_instagram
Kaká e Carol Celico não vão mais brigar na justiça para decidir o valor da pensão após a separação do casal. De acordo com a coluna Retratos da Vida, ambos decidiram abandonar os processos que moviam um contra o outro em nome da preservação da família. Tanto Kaká quanto Celico sabem que uma disputa judicial desgastaria ainda mais a imagem deles e poderia, inclusive, afetar os filhos Luca e Isabella.
Kaká aceitou a decisão de conversar sobre o valor da pensão longe dos tribunais também por outro motivo. O atleta, que está de mudança para a Flórida, EUA, onde vai jogar, gostaria de ter a guarda compartilhada do filhos. Segundo a revista ‘Veja São Paulo, Carol não concorda. Por enquanto, quem vai ficar cuidando das crianças será a mãe, que continua morando em São Paulo.
A história de amor do casal – que já foi considerado perfeito – durou 9 anos e só deu sinais de que não ia bem em junho desse ano. Porém, na época, ambos tinham um contrato publicitário em vigor e trataram de, rapidamente, desmentir a informação.
No mês passado, durante a São Paulo Fashion Week, Carol, que também é blogueira, foi ao desfiles sem aliança. A partir dai foi uma questão de horas para eles assumirem a separação. “Segue o respeito e a gratidão”, disse o casal no comunicado oficial.
Para oficializarem o divórcio, tanto Carol quanto Kaká contrataram advogados renomados no Direito da Família. Priscila Corrêa da Fonseca, conhecida como “Priscila, a Rainha do Divórcio”, cuidará do jogador, enquanto Gladys Chammas defenderá os interesses de Carol.