sábado, 28 de março de 2015

Copiloto do A320 comprou dois carros dias antes do acidente


alemanhabuscasreuters
O copiloto do avião que caiu nos Alpes Franceses na última terça-feira (24)Andreas Lubitz – acusado de ter sido responsável pela queda da aeronave – tinha comprado dois carros dias antes do acidente: uma para ele e outro para sua namorada. As informações são do Daily Mail.
Segundo a publicação, o copiloto de 28 anos tinha comprado doisAudis e planejava entregar um deles para a sua namorada, que vivia junto com ele.
Apesar do presente, Lubitz e sua parceira sofriam um problema no relacionamento e há suspeitas de que o namoro tivesse acabado antes do acidente.
Aliado a isso, Lubitz tinha dois atestados médicos que comprovavam que ele deveria ser afastado do emprego. O suspeito estava passando por um tratamento psiquiátrico relacionado à depressão.
No entanto, Lubitz escondeu os atestados e seus problemas dos seus colegas de trabalho e dos seus empregadores.
Hospital Universitário Dusseldorf confirmou que o jovem foi paciente da clínica durante os dois últimos meses, mas não revelou a condição de saúde dele.
Além disso, a polícia disse que não encontrou nenhum bilhete ou indícios de que Lubitz tivesse intenções de cometer suicídio.
O acidente
O avião Airbus A320 da companhia aérea Germanwings caiu nesta terça-feira (24) na região dos Alpes franceses, perto da cidade deBarcelonnette, a cerca de 100 quilômetros ao norte de Nice. A aeronave carregava 144 passageiros e seis tripulantes. Segundo o presidente francês François Hollande, não há possibilidade de sobreviventes.
O voo 4U9525 saiu de BarcelonaEspanha, em direção à cidade alemã de Düsseldorf, e desapareceu após 46 minutos da decolagem, por volta das 11h locais. Equipes de resgate foram encaminhadas ao local, de difícil acesso.
Avião Airbus A320 da companhia aérea Germanwings caiu nesta terça-feira Foto: Wolfgang Rattay / Reuters
Avião Airbus A320 da companhia aérea Germanwings caiu nesta terça-feira
Foto: Wolfgang Rattay / Reuters