segunda-feira, 9 de março de 2015

Homens armados invadem hospital para resgatar preso em tratamento



hospital-certo
Três homens armados invadiram o Hospital Municipal Santos Dangoni, emGoianira, na Região Metropolitana de Goiânia, para tentar resgatar um preso que estava no local para realizar tratamento médico. Segundo a direção do hospital, os suspeitos chegaram a fazer sete servidores reféns por cerca de 20 minutos, mas não conseguiram levar o detento. O trio fugiu assim que a Polícia Militar chegou ao local.
A invasão ocorreu na tarde de domingo (8). O detento, Walison Alves da Silva, de 29 anos, havia ido sob a escolta de dois agentes prisionais, tratar uma lesão no calcanhar, sofrida durante uma tentativa de fuga da cadeia de Goianira. Segundo a diretora administrativa do hospital, Marluce Garcia, os criminosos deixaram claro que queriam resgatar o colega.
“Eles entraram encapuzados e falaram que queriam levar o Walison embora. Disse que não iam fazer mal a ninguém, só levá-lo dali. Por sorte, alguém na vizinhança viu a movimentação e acionou a PM“, afirma.
Ainda de acordo com a diretora, os suspeitos não chegaram a ir ao local onde o preso recebia a medicação. No prazo em que ficaram no local, eles mantiveram dois motoristas, duas técnica em enfermagem, um médico, uma auxiliar de serviços gerais e um guarda em uma sala. Antes de fugirem, eles levaram os celulares de todas as vítimas e a bolsa de uma delas.
Segundo a assessoria de imprensa da PM, os suspeitos chegaram ao local em um carro roubado, mas fugiram em a pé. Eles estão foragidos.
Em nota enviada, a Superintendência Executiva de Segurança Penitenciária (Seap) informou que abriu uma sindicância para apurar a tentativa de resgate. Ainda segundo o comunicado, Walison foi transferido para o Núcleo de Custódia do Complexo Prisional, em Aparecida de Goiânia.
Fonte: G1 Goiás