quinta-feira, 9 de abril de 2015

Policial que matou homem negro nos EUA é expulso da polícia

tiros

AFP – O policial branco preso e acusado na terça-feira pelo assassinato de um homem negro em North Charleston, na Carolina do Norte, foi expulso da polícia, anunciou nesta quarta-feira (8) o prefeito desta cidade do sudeste dos Estados Unidos.
“Quero informar-lhes que o policial foi expulso” da corporação, indicouKeith Summey, durante uma coletiva de imprensa interrompida em várias ocasiões por gritos de algumas pessoas pedindo “justiça”. “Nós não toleramos o que está errado, não importa quem” seja o autor, acrescentou.
O policial Michael Slager disparou oito vezes contra as costas do homem, que estava desarmado e correu após ser parado em uma operação de rotina na rua, revela um vídeo gravado por uma testemunha e exibido no site do “The New York Times“. O incidente ocorreu no último sábado (4). A vítima seria Walter Scott, de 50 anos.
O agente, que pode ser condenado à pena de morte, foi levado ao centro de detenção do condado de Charleston, informou a polícia.
O policial e a vítima tiveram um breve atrito antes dos disparos, destaca o jornal local “Post and Courier“.
O incidente pode reavivar as tensões raciais nos Estados Unidos, onde a morte em agosto de 2014 de um jovem negro desarmado na cidade de Ferguson (Missouri) deflagrou uma onda de protestos contra a violência policial envolvendo minorias.
O policial de Ferguson não foi denunciado por falta de provas, mas o departamento de Justiça publicou um relatório expondo as práticas racistas da polícia e de altos funcionários municipais.
Policial Michael Slager pode ser condenado à morte na Carolina do Norte. (Foto: Reuters)
Policial Michael Slager pode ser condenado à morte
na Carolina do Norte. (Foto: Reuters)