sexta-feira, 1 de maio de 2015

Greve na educação municipal continua, professores protestam e vão pressionar Paulo Garcia na segunda-feira



A greve na educação municipal continua e vai chegar ao 20º dia no final desta semana. Os professores e servidores realizaram ontem, dia 30, uma assembleia na porta da Secretaria Municipal de Educação e decidiram permanecer em greve porque a prefeitura sequer apresentou propostas ao sindicato Simsed.
Em protesto, os servidores queimaram um boneco simbolizando o prefeito Paulo Garcia (PT). E a hostilidade contra o petista não para por aí.
Na próxima segunda-feira ele estará na Câmara Municipal prestando contas e os grevistas prometem lotar as galerias do plenário para pressioná-lo. Esta prestação, referente ao último quadrimestre de 2014, estava marcada para o dia 13 de abril, mas foi cancelada devido à falta de segurança no plenário da Casa.
O presidente Anselmo Pereira (PSDB) conversou no dia anterior com o prefeito e sugeriu que o prefeito não fosse ao plenário sob risco de tumulto e desordem.