terça-feira, 30 de junho de 2015

Goiás x Corinthians com preços de ingressos majorados: R$ 100 e R$ 50


Presente de grego para a torcida do Goiás Esporte Clube. O Goiás já decidiu o preço dos ingressos para a partida de domingo contra o Corinthians, no estádio Serra Dourada, válida pela décima primeira rodada do Campeonato Brasileiro. O torcedor que for ao estádio no domingo pagará  R$ 100,00 pelo ingresso nas cadeiras, e R$ 50,00 nas arquibancadas. Só pagará meia entrada quem tiver a carteirinha de estudante.
O presidente do Goiás, Dr. Sérgio Rassi,  decidiu dividir os espaços no estádio Serra-Dourada em 50% para cada torcida. A nação esmeraldina vai entrar pelo lado norte do estádio, e a torcida corinthiana entra pelo lado sul. As expectativas iniciais da diretoria de Goiás é de um público superior a 20 mil pagantes no domingo para  Goiás x Corinthians, apesar da péssima campanha que o Goiás realiza no Brasileirão. Outra decisão importante neste início de semana no clube esmeraldino foi que Augusto César está mantido como técnico interino pelo menos até o jogo diante do Corinthians. Além das dificuldades de contratar um treinador mais qualificado, mais pelo fator financeiro, a diretoria do Goiás diz ter gostado do comportamento do time comandado por Augusto diante do Fluminense apesar da derrota por 2 x 1.

segunda-feira, 29 de junho de 2015

Zeca Camargo se desculpa, mas erra nome de Cristiano Araújo


Após uma enorme repercussão negativa e uma polêmica envolvendo uma crônica de Zeca Camargo para a Globo News, onde realizava uma análise da morte de Cristiano Araújo, o jornalista resolveu se desculpar.
Zeca, Patrícia Poeta, Cissa Guimarães, Ana Furtado, André Marques e Tiago Leifert estiveram ao vivo no Vídeo Show para falar sobre o novo programa global, chamado É de Casa, que estreia dia 8 de agosto, e Zeca aproveitou uma brecha pequena para tentar se desculpar, mas acabou errando o nome do sertanejo (veja vídeo abaixo).
“Eu escrevi um comentário sobre a cobertura que foi mal interpretado pelos fãs. Gostaria de deixar claro que tenho a maior admiração pelo ‘Cristiano Ronaldo‘, que não está mais com a gente, que começou de uma maneira tão simples, tão honesta, tão bonita e estourou, virou esse artista que o Brasil chorou pela morte. Gostaria de me desculpar com quem talvez tenha entendido mal esse texto”, disse ele.
As críticas a Zeca foram tantas que vários cantores fizeram protestos nas redes sociais condenandoZeca.
É, acho que esse pedido não foi muito sincero, hein, Zeca?! Cristiano Ronaldo continua entre a gente, embora você e a Fátima Bernardes tenham tentado matá-lo.
danilo
123

`Garota do tempo’ mexicana é alvo de críticas femininas por usar vestidos curtos


A mexicana Yanet Garcia tem atraído a audiência de muitos homens em sua participação na Televisa Monterrey, Um dos vídeos da loira, teve mais de 1,4 milhão de acessos no YouTube
A apresentadora da previsão do tempo, também tem chamado a atenção das mulheres, que fazem críticas, por ela usar vestidos curtíssimos durante os programas da emissora.
Um vídeo postado há quatro dias, em seu canal oficial no YouTube, soma quase 500 mil acessos.

domingo, 28 de junho de 2015

Bomba! Descoberto o Pixuleco, a moeda criada para a corrupção nos governos Lula e Dilma


A Revista Veja desta semana traz como reportagem principal os detalhes da delação premiada deRicardo Pessoa, dono da construtora UTC, considerado pelos investigadores na Operação Lava Jato como o chefe do Clube do Bilhão, organização de empreiteiros com um fim específico de saquear a Petrobras. Ricardo Pessoa praticamente implode a republiqueta petista ao revelar quais os políticos e campanhas políticas receberam “contribuições” através do dinheiro sujo da companhia. E a criatividade petista na área da corrupção é tão grande que até uma nova moeda foi criada. O pixuleco é a nova moeda criada pelo petismo para uso exclusivo em atos de corrupção. A grande pergunta que se faz depois do que Ricardo Pessoa revelou é a seguinte: campanha que recebeu dinheiro sujo na forma de doação legal está ou não contaminada pela corrupção? Se alguém roubar um banco e com esse dinheiro fizer uma doação legal para um político ou para uma campanha política, essa doação é 100% limpa? E no caso das contribuições feitas da forma legal, mas com dinheiro ganho mediante contratos celebrados em função de pagamento de propinas? Eis a grande questão?
Confira parte da matéria da Revista Veja que é uma verdadeira bomba sobre os governos petistas deLula e Dilma Rousseff! 
O engenheiro Ricardo Pessoa, dono da construtora UTC, tem contratos bilionários com o governo, é apontado como o chefe do clube dos empreiteiros que se organizaram para saquear a Petrobras e cliente das palestras do ex-presidente Lula. Desde a sua prisão, em novembro passado, ele ameaça contar com riqueza de detalhes como petistas e governistas graúdos se beneficiaram do maior esquema de corrupção da história do país. Nos últimos meses, Pessoa pressionou os detentores do poder – por meio de bilhetes escritos a mão – a ajudá-lo a sair da cadeia e livrá-lo de uma condenação pesada. Ao mesmo tempo, começou a negociar com as autoridades um acordo de delação premiada. o empresário se recusava a revelar o muito que testemunhou graças ao acesso privilegiado aos gabinetes mais importantes de Brasília. O Ministério Público queria extrair dele todos os segredos da engrenagem criminosa que desviou pelo menos 6 bilhões de reais dos cofres públicos. Essa negociação arrastada e difícil acabou na semana passada, quando o ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), homologou o acordo de colaboração entre o empresário e os procuradores.
VEJA teve acesso aos termos desse acerto. O conteúdo é demolidor. As confissões do empreiteiro deram origem a 40 anexos recheados de planilhas e documentos que registram o caminho do dinheiro sujo. Em cinco dias de depoimentos prestados em Brasília, Pessoa descreveu como financiou campanhas à margem da lei e distribuiu propinas. Ele disse que usou dinheiro do petrolão para bancar despesas de 18 figuras coroadas da República. Foi com a verba desviada da estatal que a UTC doou dinheiro para as campanhas de Lula em 2006 e de Dilma em 2014. Foi com ela também que garantiu o repasse de 3,2 milhões de reais a José Dirceu, uma ajudinha providencial para que o mensaleiro pagasse suas despesas pessoais. A UTC ascendeu ao panteão das grandes empreiteiras nacionais nos governos do PT. Ao Ministério Público, Pessoa fez questão de registrar que essa caminhada foi pavimentada com propinas. Altas somas.
Lista da UTC
Homem do dinheiro, João Vaccari Neto é citado em diferentes trechos da delação de Ricardo Pessoa. O tesoureiro do PT aparece cobrando propina, recebendo propina, tratando sobre propina. O empreiteiro contou que conheceu Vaccari durante o primeiro governo Lula, mas foi só a partir de 2007 que a relação entre os dois se intensificou. Por orientação do então diretor de Serviços da Petrobras, Renato Duque, um dos presos da Operação Lava-Jato, Pessoa passou a tratar das questões financeiras da quadrilha diretamente com o tesoureiro. A simbiose entre corrupto e corruptor era perfeita, a ponto de o dono da UTC em suas declarações destacar o comportamento diligente do tesoureiro: “Bastava a empresa assinar um novo contrato com a Petrobras que o Vaccari aparecia para lembrar: ‘Como fica o nosso entendimento político?'”. A expressão “entendimento político”, é óbvio, significava pagamento de propina no dialeto da quadrilha. Aliás, propina, não. Vaccari, ao que parece, não gostava dessa palavra.
Como eram dezenas de contratos e centenas as liberações de dinheiro, corrupto e corruptor se encontravam regularmente para os tais “entendimentos políticos”. João Vaccari era conhecido pelos comparsas como Moch, uma referência à sua inseparável mochila preta. Ele se tornou um assíduo frequentador da sede da UTC em São Paulo. Segundo os registros da própria empreiteira, para não chamar atenção, o tesoureiro buscava “as comissões” na empresa sempre nos sábados pela manhã. Ele chegava com seu Santa Fé prata, pegava o elevador direto para a sala de Ricardo Pessoa, no 9º andar do prédio, falava amenidades por alguns minutos e depois partia para o que interessava. Para se proteger de microfones, rabiscava os valores e os porcentuais numa folha de papel e os mostrava ao interlocutor. O tesoureiro não gostava de mencionar a palavra propina, suborno, dinheiro ou algo que o valha. Por pudor, vergonha ou por mero despiste, ele buscava o “pixuleco“. Assim, a reunião terminava com a mochila do tesoureiro cheia de “pixulecos” de 50 e 100 reais. Mas, antes de sair, um último cuidado, segundo narrou Ricardo Pessoa: “Vaccari picotava a anotação e distribuía os pedaços em lixos diferentes”. Foi tudo filmado.
Pixuleco

sexta-feira, 26 de junho de 2015

Marconi Perillo vai ao Ministro da Fazenda, Joaquim Levy, em busca de novos recursos para Goiás


Para garantir o avanço da competitividade da economia goiana no cenário nacional, o governador Marconi Perillo discutiu hoje com o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, a possibilidade de concessão de novos recursos para o financiamento de obras em Goiás.
Durante a reunião realizada no gabinete do ministro, em Brasília (DF), Marconi e Levy ainda discutiram sobre a concessão dos ativos da Celg, que deve ser realizada pelo governo federal ainda neste ano, e sobre a próxima reunião do Confaz, que acontece no Rio de Janeiro, no dia 15 de julho, quando espera-se chegar a um consenso sobre os incentivos fiscais.
O governador, que estava acompanhado da secretária da Fazenda, Ana Carla Abrão, disse estar confiante e otimista com a possibilidade de novos aportes para Goiás. “Tudo foi colocado de forma clara para o ministro Levy. Estamos trabalhando para fortalecer ainda mais nossa economia”, disse. Ana Carla, por sua vez, ressaltou que o governo de Goiás vem mantendo desde o início deste ano reuniões periódicas com o ministro e seus secretários-executivos, com o objetivo de criar e fortalecer uma agenda econômica conjunta, que garanta o desenvolvimento e fomento mútuo.
“Na pauta sempre estão assuntos de interesse tanto do governo de Goiás quanto do ministério (da Fazenda), como a dívida do Estado, ICMS, Confaz, novos empréstimos, como Goiás pode ajudar no ajuste fiscal realizado pelo governo federal e o seu impacto nas contas públicas regionais. Nessa reunião de hoje voltamos a discutir esses assuntos. Caminhamos cada vez mais para uma parceria que atenda aos interesses de ambas as partes”, avaliou a secretária.

terça-feira, 23 de junho de 2015

Heroísmo ou execução? PM de São Paulo persegue e atira em bandidos no chão. Veja o vídeo!


Uma ação policial na cidade de São Paulo se transformou em uma grande polêmica nacional. Um policial militar paulista persegue de moto dois bandidos que também estavam em uma motocicleta. A ação cinematográfica foi mostrada ao vivo por duas grandes redes de TV, a Band e a Record. Depois de uma perseguição intensa e perigosíssima pelas ruas da maior cidade do país, o policial atira contra os bandidos que perdem o controle da moto e caem. O PM se aproxima e atura quatro vezes contra os dois bandidos que estavam no chão. Depois, as imagens mostram o policial tomando a arma de um dos bandidos e logo em seguida dois tiros são dados para o chão. Especialistas suspeitam que o policial tenha alterado a cena da ocorrência e simulado uma troca de tiros com os suspeitos. A polêmica é essa: o PM fez um trabalho de herói ao perseguir e capturar os bandidos, ou simplesmente praticou uma espécie de execução?
Assista o vídeo do PM paulista atirando contra os bandidos e tire suas conclusões!

Calor mata 450 pessoas no Paquistão em três dias


O calor que atinge o sul do Paquistão já matou mais de 450 pessoas nas ultimas 72 horas, conforme autoridades, um balanço duas vezes maior que o divulgado anteriormente.
Grande parte das mortes aconteceu na maior cidade do país, Karachi, que abriga mais de 20 milhões de habitantes, quando a temperatura chegou a 45 graus, e o fornecimento de água foi interrompido devido a vários problemas na rede elétrica.
Nas ultimas semanas o calor também matou mais de 2000 pessoas na Índia.
O porta-voz da Autoridade Nacional de Gestão de Catástrofes (NDMA), Ahmed Kamal, anunciou que o governo pediu ajuda ao exército e aos Rangers, uma força paramilitar, para ajudar as vítimas.
O governo de Sindh decretou estado de emergência nos hospitais, convocou os médicos que estavam de férias e aumentou os estoques de remédios.

segunda-feira, 22 de junho de 2015

Júnior Friboi é expulso do PMDB de Goiás.

Vice-presidente da república, Michel Temer, é a esperança de salvação de Friboi

O empresário Júnior Friboi está expulso do PMDB goiano. A decisão aconteceu na manhã desta segunda-feira em reunião do Conselho de Ética do partido, que decidiu pela exclusão de Friboi por 4 votos a 2. A maioria dos integrantes da comissão decidiu acompanhar o relator do processo que recomendava a expulsão do empresário.
O processo contra Júnior Friboi teve origem porque ele apoiou a candidatura de Marconi Perillo (PSDB) no segundo turno das eleições do ano passado. Friboi chegou a ser pré-candidato ao governo, desistiu, abriu caminho para Iris Rezende e na reta final do pleito divulgou carta em que criticava Iris e revelava seu apoio a Marconi.
O apoio ao tucano foi a gota d’água para escancarar a briga entre Iris e Friboi. O empresário jurou que assumiria o comando da legenda a qualquer custo este ano. Iris reagiu com seu grupo abrindo o processo de expulsão e prolongando o mandato de Samuel Belchior na presidência estadual do partido.
Júnior Friboi chegou ao PMDB goiano por meio do vice-presidente da República, Michel Temer. No entanto, a volúpia do empresário em ser candidato ao governo sempre esbarrou na força de Iris dentro da legenda. O ex-governador nunca deixou que Friboi deslanchasse e tomasse as rédeas da legenda como queria e nos bastidores minava as articulações do empresário.
Sempre que é questionado sobre o processo, Friboi diz que não sairá do PMDB. O empresário pode recorrer da decisão e comenta-se que seu maior aliado e Michel Temer, que poderia forçar Iris a manter Friboi no partido.
Defesa
Segundo o advogado de Júnior Friboi, Felipe Melazzo, prevaleceu a insensatez do Conselho de Ética, já que foram elencadas razões para nulidade do processo, além de a alegações serem infundadas por falta de provas. “Tanto na representação quanto no arrolamento de testemunhas e em todo o decorrer do processo não ficou provada nenhuma das acusações apresentadas por uma única razão: meu cliente não cometeu os desvios apontados pelo representante. Prevaleceram as rixas pessoais e a ilegalidade”.
Ele afirma que Friboi vai recorrer no Diretório Estadual e aponta falhas graves no processo que culminou com a expulsão do empresário.  A defesa questiona a legalidade do processo, já que o rito processual previsto nas normas do partido não foram respeitadas. A primeira falha: Júnior Friboi jamais foi notificado pessoalmente da representação, conforme prevê o artigo 48 do Código de Ética e Disciplina (CED). Luciana Ribeiro assina o recebimento da carta registrada. Júnior Friboi é apadrinhado de Michel Temer no PMDB nacional. A defesa de Friboi diz que vai até ao diretório nacional onde garante que a decisão do partido em Goiás será derrubada.
Ainda no âmbito das falhas formais do processo, Melazzo ressalta que somente um filiado ao PMDB poderia pedir a expulsão de outro membro, mas não constam nos autos a ficha de filiação de Durval Mota. Faltam também as provas de que foram respeitados os prazos processuais de que a Executiva do partido deve enviar a representação à Comissão de Ética em 48 horas e esta, por sua vez, deve nomear um relator também em 48 horas.

Aécio comemora pesquisa e diz que PSDB estará ‘unido’ em 2018


Uma pesquisa realizada pelo Datafolha, revelou que que o senador Aécio Neves tem dez pontos percentuais a frente do ex- presidente Lula numa possível disputa ao Palácio do Planalto, a pesquisa também mostrou a queda na popularidade de Dilma Rousseff.
Presidente do PSDB, Aécio afirmou que qualquer cenário eleitoral neste momento é “prematuro”, mas disse estar “grato” pelo reconhecimento da população ao seu nome.
Aliados do governador Geraldo Alckmin (PSDB-SP) já articulam sua candidatura à Presidência em 2018, apesar de Aécio ser apontado como o “candidato natural” da sigla depois de ter se aproximado de Dilma no segundo turno das últimas eleições.
Na simulação de eleição, Aécio alcançou 35% das intenções de voto, em seguida Lula com 25% em terceiro lugar, com 18% aparece a ex-senadora e ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva (PSB).
Luciana Genro (PSOL), o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PMDB), e Eduardo Jorge (PV) alcançaram 2% cada um Aécio,
No levantamento do Datafolha, 11% disseram que votariam em branco, nulo ou em nenhum dos nomes apresentados. Outros 5% afirmaram não saber em quem votar.

domingo, 21 de junho de 2015

Lula na cadeia? Lava Jato bate à porta do ex-presidente; diz jornalista da Veja


A prisão dos executivos das maiores empreiteiras do Brasil, Norberto Odebrecht e Andrade Gutierrez, aterroriza o ex-presidente Lula. De acordo com a jornalista da revista “Veja“, Joice Hasselmann, em reportagem na sexta-feira (19): “Lula está com medo, muito medo”.
Não é segredo para ninguém que Lula mantinha relações estreitas com Marcelo Odebrecht, dono e presidente da Norberto Odebrecht. Ainda de acordo com a jornalista: “se o ex-presidente Lula tiver deixado rastros de qualquer tipo de participação no Propinoduto, a (operação) Lava jato vai chegar até ele”.
Confira a reportagem:

sexta-feira, 19 de junho de 2015

Governo de Goiás repudia hostilidades a senadores brasileiros na Venezuela


Governo de Goiás, por meio de nota, repudiou o “tratamento hostil, intimidador e antidemocrático” dado pelo governo da Venezuela à Comitiva de Senadores do Brasil nesta quinta-feira (18). Liderada por Aécio Neves (PSDB), a comitiva brasileira (Aloizio Nunes – PSDB, Cássio Cunha Lima – PSDB, Ronaldo Caiado – DEM, Agripino Maia – DEM e Sérgio Petecão – PSD) desembarcou em Caracaspara visitar presos políticos do regime do presidente venezuelano Nicolás Maduro, entre elesLeopoldo López, mas foi alvo de manifestantes. O ônibus que levava os senadores foi cercado por um grupo que gritava “Chávez não morreu, se multiplicou” e ” Fora, fora”.


Confira a nota:
O Governo de Goiás repudia com veemência o tratamento hostil, intimidador e antidemocrático dado pelo Governo da Venezuela à Comitiva de Senadores do Brasil que desembarcou no País nesta quinta-feira (18 de junho) para visitar presos políticos do regime do presidente venezuelano Nicolás Maduro. Ao governo brasileiro cabe a tomada imediata de posição e a adoção de medidas que rechacem talconduta, sob pena de nos curvarmos a esse ato de afronta à República Federativa do Brasil, a seus poderes constituídos e ao seu regime democrático, baseado na plena liberdade política e de manifestação de pensamento.
Os relatos dos senadores brasileiros e dos jornalistas que acompanham a comitiva são horrendos e inadmissíveis, tendo em vista que Brasil e Venezuela mantêm plenas relações econômicas, culturais e diplomáticas. Atitudes que são, por definição, típicas de regimes autoritários. É dever do governo venezuelano e um direito dos parlamentares brasileiros a garantia da livre circulação naquele país, bem como o de pleno acesso às instituições públicas.
Lamentamos profundamente o ocorrido, solidarizamo-nos com o Congresso Nacional e com os parlamentares da Comitiva do Senado Federal, e esperamos, com apreensão e ansiedade, a tomada de posição do Governo do Brasil diante dessa afronta aos direitos individuais e políticos, sob pena de ser interpretada como razão inconteste para o rompimento das relações diplomáticas com a Venezuela.
Marconi Perillo
Governador do Estado de Goiás

quinta-feira, 18 de junho de 2015

Marconi diz que governo federal ajudará no custeio do Hugol

Durante a visita que realizou, hoje, acompanhado pelo segmento evangélico, ao Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), que será inaugurado no dia 6 de julho, já em pleno funcionamento, o governador Marconi Perillo afirmou que o governo federal auxiliará o governo deGoiás no custeio do hospital.
Ele disse aos pastores presidentes de convenções e dirigentes de campos evangélicos que o acompanharam na vistoria, que a presidente Dilma Rousseff garantiu recursos da União para a manutenção mensal do Hugol por dois meses deste ano, e a partir do próximo ano, mensalmente.
O valor para custeio mensal do hospital é R$ 15 milhões. Neste ano, o governo federal arcará com duas mensalidades de R$ 15 milhões cada e, a partir de 2016, fixará um valor que será repassado mensalmente ao Governo do Estado para manutenção do Hugol. Marconi apresentou às lideranças evangélicas um vídeo com informações sobre o hospital que é o mais moderno e sustentável do Brasilcentral e, em seguida, percorreu a unidade apresentando cada ala.
O investimento na obra foi de aproximadamente R$ 168 milhões, e mais R$ 90 milhões em equipamentos. Além de o hospital ter sido edificado em tempo recorde ao de qualquer outra obra pública ou privada de mesma dimensão, a Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop) conseguiu economizar no valor do metro quadrado, que saiu quase pela metade do que é cobrado pelo mercado: R$ 2,3 mil. O hospital possui 510 leitos divididos em seis andares, sendo que 86 são de UTI.
Humanização
O governador ressaltou que a maior missão do Hugol será oferecer à população goiana saúde humanizada. “É um compromisso que estabeleci com toda a equipe envolvida. Com todo o respeito aos hospitais privados de Goiás, que são muito bons, mas nenhum hospital privado oferecerá melhor atendimento do que o nosso Hugol”, disse.
Goiás inicia um ciclo de desenvolvimento na Saúde que passa por uma grande revolução. E é nossa tarefa alcançarmos, assim como na educação, o primeiro lugar na Saúde”, completou.
Ele recomendou à equipe, que já está em treinamento no hospital, acompanhamento dos pacientes após deixarem a unidade, e que as famílias sejam atualizadas via internet sobre o quadro de saúde do familiar internado. “É uma conquista que vamos alcançar com o tempo; mas já adianto que todos os laudos médicos serão atualizados imediatamente em rede assim que inaugurarmos o Hugol. Desta forma, seremos mais ágeis e economizaremos papel”, informou.
Fundação Instituto de Pesquisa e Estudos de Diagnóstico por imagem (FIDI) prestará atendimento 24 horas ao Hugol, atuando na manutenção de aparelhos e apresentação de diagnósticos. Presidente da Assembleia de Deus – ministério Campinas, pastor Oídes José do Carmo convocou os demais pastores para uma benção ao hospital, e avaliou, ao final da visita, que a unidade superou as melhores expectativas que havia nutrido. “Está perfeito. É gratificante ver um gestor público conseguir atender além do que a população espera”, afirmou.
Acompanharam o governador o vice-governador José Eliton; secretário estadual de SaúdeLeonardo Vilela; ex-secretários de saúde Antônio Faleiros e Halim Girade; presidente da Agetop, Jayme Rincón, e lideranças evangélicas, dentre outros.
Foto: Henrique Luiz
Foto: Henrique Luiz

quarta-feira, 17 de junho de 2015

Deputado Jean Wyllys nega que tenha apresentado projeto para alterar a Bíblia


O deputado federal (PSOL-RJ), jornalista e professor universitário, Jean Wyllys, nega veementemente que tenha apresentado qualquer proposta de emenda à constituição para alterar a Bíblia Sagrada.  O deputado rechaça a informação que ganhou as redes sociais dando conta de que ele teria proposto umaEmenda à Bíblia para retirar trechos considerados homofóbicos dos textos sagrados. Jean Wyllysdisse que até frases que foram publicadas como suas em defesa do projeto de alterar a Bíblia são uma grande farsa, invenção total de pessoas que ficam o tempo todo criando boatos em redes sociais. O deputado carioca garante que nunca pensou em um projeto como este e que a frase atribuída a ele defendendo o tal o projeto é uma grande mentira. A frase que Jean Wyllys desmente como sua seria esta: “Desde o início eu sabia das reações que os setores fundamentalistas iriam protagonizar. Mas vejam vocês que até mesmo do livro do Monteiro Lobato foi extraído um trecho racista, por qual motivo não podemos fazer o mesmo com a Bíblia?”
A assessoria de Jean Wyllys disse que já sabe de onde surgiu o boato, mas que o deputado não pretende levar o assunto à frente. Apenas esclarece que a notícia falsa surgiu de uma publicação no blog humorístico Joselito Muller e logo se espalhou – como se fosse real – em sites e blogs evangélicos, como o Grito de Alerta, o Revista Gospel e o Portal Proeves. O humorista Joselito Muller é conhecido por inventar notícias como aquela que dizia que Suzane Richthofen iria apresentar um programa infantil na Rede Globo, ou a que afirmava que o Ministério da Cultura teria gastado 4 milhões para criar o Memorial do Funk ou a que o Senado teria aprovado a criação da Bolsa Prostituição. No próprio blog do Joselito Muller há textos avisando que nada do que é publicado lá deve ser levado a sério. Coisa que muita gente não faz.
Jean Wyllys, homossexual e defensor da causa LGBT, tem ao longo de sua carreira política protagonizado “batalhas” gigantescas com a chamada Frente Parlamentar Evangélica na Câmara Federal. Tudo por causa da sua luta contra a homofobia, ou segundo dizem os religiosos, por causa da cristofobia. Jean Wyllys que já chamou os cristãos evangélicos de doentes, que já defendeu que a Bíblia não pode ser levada a sério ao pé da letra, que o livro sagrado dos cristãos faz apologia à homofobia, ao racismo, à escravidão e assassinatos, é sem sombra de dúvidas, o personagem mais combatido pelo segmento religioso na política brasileira. A polêmica com os cristãos parece fazer bem ao deputado carioca que sabe muito bem usar politicamente esse barulho todo. Todavia, na questão da lei para alterar a Bíblia o deputado carioca faz questão de negar.
Postagem de Jean Wyllys no Facebook negando que tenha apresentado projeto para alterar a Bíblia!
Captura de Tela 2015-06-17 às 08.11.57
Deputado Jean Wyllys nega que tenha apresentado projeto para alterar a Bíblia sagrada

terça-feira, 16 de junho de 2015

Marconi confirma: o HUGOL, maior hospital de centro-norte do Brasil será entregue em tempo recorde

O Hugol será o hospital mais moderno e sustentável do Brasil Central

Prestes a entregar à população goiana o maior hospital da região Centro-Norte do país e se transformar no governador da história de Goiás que mais fez pela saúde no estado, o governador Marconi Perillovistoriou, na tarde de hoje, a finalização da obra do Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol). Com data marcada de inauguração para o dia 6 de julho, o Hugol terá levado 25 meses para ficar pronto. De acordo com o governador e o presidente da Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop), Jayme Rincón, o tempo de execução da obra é recorde comparado ao de qualquer outra obra pública ou privada de mesma dimensão.
A extensão do hospital é de 71.165 metros quadrados. “Equivale ao tamanho de quatro grandes prédios. Não se faz, no Brasil, uma obra deste porte em um tempo tão curto”, explicou Rincón. Antes de vistoriar o Hugol, o governador reuniu no auditório do hospital auxiliares do primeiro escalão do governo, deputados federais, estaduais, vereadores, ex-secretários de saúde e toda a equipe responsável pela obra que o acompanharam na visita, para fazer agradecimentos.
Marconi agradeceu à Agetop, à construtora Porto Belo, e à Organização Social AGIR, responsável pela administração do hospital, em nome do diretor do Hugol, Dr. Hélio Ponciano Trevenzol, e a toda a equipe da Secretaria Estadual de Saúde (SES). “Quero expressar todo meu carinho e reconhecimento a todos os envolvidos diretamente na execução desta grande obra em um tempo tão curto, recorde. Agradeço pelo empenho, dedicação e comprometimento de cada um”, declarou.
Ele informou que a visita era a primeira de seis que serão feitas com segmentos até a data de inauguração do hospital. Uma delas será com a imprensa goiana. Pouco antes de vistoriar cada ala do Hugol, Marconi e comitiva assistiram a um vídeo com imagens e informações sobre o hospital.
Hugol
Cada metro quadrado do hospital custou R$ 2,3 mil ao governo estadual. O custo mensal da manutenção será de R$ 15 milhões. O quadro de funcionários totaliza três mil pessoas, sendo 450 médicos. O hospital possui 510 leitos e 21 salas de cirurgia; uma ala foi montada para atender a pessoas vítimas de queimaduras. O complexo possui heliponto, refeitório e mil vagas para estacionamento. O Hugol será o hospital mais moderno e sustentável do Brasil Central.Acompanharam o governador, ainda, o secretário estadual de Saúde, Leonardo Vilela, e os ex-secretários Antônio Faleiros e Halim Girade, dentre outras autoridades.
HUGOL, o maior e melhor hospital de urgências emergências do Brasil Central
O HUGOL é o maior e melhor hospital de urgência e emergência do Centro-Norte do Brasil

segunda-feira, 15 de junho de 2015

Por que Lula é o maior canalha do Brasil?


Por que os ex-presidente da república, Luiz Inácio Lula da Silva, é o maior canalha do Brasil? Como assim? Que agressividade é essa, Luiz Gama? O leitor pode estar me questionando agora qual a origem da frase tão dura e tão direta contra aquele que é enxergado por um gigantesco grupo de esquerdistas de butique, e por outro grande número de imbecis úteis, como o maior matador de fome do mundo e como o maior criador de empregos da história. Calma lá, gente boa do meu Brasil! A história mostra que “nunca antes na história deste país” um agente público foi tão canalha como o Aiotolá de uma legenda que se transformou graciosamente na mente dos brasileiros em sinônimo de roubalheira na coisa pública.
Lula é o maior canalha do Brasil quando faz questão de pousar como o “pai dos pobres”, sendo ele mesmo um milionário, cujo enriquecimento é de difícil ou quase impossível explicação. Sim! Lula ficou milionário sem ter uma história robusta de trabalho ou de investimentos que justificassem sua escandalosa escalada “social” e financeira. O palestrante mais caro do mundo é mesmo alguém com conteúdo a desbancar os melhores estudiosos de Havard, Stanford, Cambridge, Oxford, e etc…? O palestrante mais caro do mundo vale cada centavo pago pelas suas “brilhantes” palestras, ou há alguma espécie de canalhice por trás do sucesso estrondoso que o homem de “fala fácil” faz mundo afora?
Lula é mesmo o maior canalha do Brasil quando bate forte no peito e se auto denomina como aquele que foi responsável pela retirada de 26 milhões de brasileiros da chamada pobreza absoluta em 12 anos, sendo que em apenas um ano, o 13º do PT governando o país, outros 26 milhões (ou seriam os mesmos?) mergulharam na mais profunda pobreza e miséria. Lula é na verdade, e aí eu é que bato no peito ao afirmar, o grande mentor do modelo de governo do Brasil que é responsável pelo caminhar do nosso país na contramão do mundo. O modelo de Lula fez o Brasil se afundar numa recessão sem medidas no exato momento em que quase todo mundo está crescendo. É isso mesmo! Enquanto o mundo cresce o “Brasil petista” dá marcha à ré! A crise brasileira que assusta o mundo inteiro tem sua origem no modelo irresponsável de governo que Lula e sua “tropa” implantaram no país. O jornalista Reinaldo Azevedo, da Folha de São Paulo, Revista Veja e Rádio Jovem Pan, não exagera uma vírgula quando diz que Lula é o mentor da transformação do estelionato eleitoral em profissão de fé. Também é corretíssima a colocação de Reinaldo Azevedo de que o modelo de Lula transformou a roubalheira em categoria de pensamento e em categoria política. Que verdades absurdamente ditas, minha gente! Não é mesmo?
Lula é o maior canalha do Brasil quando sabe que o modelo adotado por ele e seus aliados é o grande responsável pelo catastrófico resultado na geração de empregos no Brasil. O cara que arrogantemente até outro diz se dizia o maior criados de empregos do mundo, finge não enxergar que de verdade é sim o maior matador de empregos do país. Que ver mais uma canalhice? No último congresso do PT em Salvador, o palestrante mais caro do mundo ao comentar a demissão de jornalistas por alguns veículos de comunicação do Brasil em função da grave crise que os governos do PT fez o país mergulhar, disse calhordamente que quanto menos jornalistas, melhor. Na verdade o que Lula quis dizer é que quanto menos críticas ele, o PT e seus aliados receberem, tanto melhor lhes será. É isso! Se não dá para regular a mídia, a gente sufoca, desemprega, a gente “mata” a mídia! É assim que pensa o líder espiritual número 1 da seita malígna disfarçada de legenda política.
O maior canalha do Brasil está com seus dias contados. Lula finalmente foi pego no Petrolão!  Pior que as milionárias consultorias do mensaleiro José Dirceu, só mesmo as doações que Instituto Lula recebeu da construtora Camargo Corrêa, empresa que tem seus diretores como réus confessos na Operação Lava Jato como pagadores de propina a membros dos governos do PT em contratos com a Petrobras. O Brasil já se mostra diferente daquele país que um dia caiu na lábia e no discurso fácil do rico contra o pobre, da elite contra os desvalidos e por aí adiante. O petismo já não empolga tanto. Até mesmo o número de imbecis úteis já é menor. O palestrante mais caro do mundo já não tem tanta platéia como antes. Até mesmo os mais ilustres petistas já não tem mais o prazer de frequentar butiques e restaurantes caros sem que sintam na pela a revolta dos brasileiros. O petismo de hoje não passa de um avestruz com a cabeça mergulhada na corrupção incomparável dos Mensalões, Aloprões e Petrolões da vida, e a bunda escancarada para a nação brasileira. Posição esta, estratégica para o povo brasileiro. O pontapé no traseiro do petismo é tudo que a nação precisa para se livrar de um futuro cada vez mais negro. Reage, Brasil! Está na hora de desempregar (ou seria melhor dizer desapear do poder)  o maior canalha do Brasil cuja canalhice apesar do adiantado estado de putrefação de seu portador, ainda resiste. Chega desta canseira e grosseira maneira de se fazer política onde adversário é inimigo de morte. Que Deus nos livre desse fruto demoníaco chamado petismo! Lembrando o poeta do escarro, Augusto dos Anjos, a gente olha politicamente para o maior canalha do Brasil e fica a perguntar: “que ventre terá produzido tão feito parto?”
Luiz Gama

domingo, 14 de junho de 2015

Demóstenes Torres acredita que poderá disputar mandato de prefeito e até de governador

O senador Demóstenes Torres confidenciou a dois amigos, na última semana, que deverá ser absolvido pela Justiça de todas acusações e poderá disputar a Prefeitura de Goiânia em 2016 ou o governo de Goiás em 2018.
Ao sair da toca, atacando o senador Ronaldo Caiado com uma volúpia inesperada, Demóstenes Torres sugeriu que está mesmo de olho na disputa de 2018.
Perfil
Nascido em Anicuns, um município no interior goiano, Demóstenes Torres formou-se em Direito pelaPontifícia Universidade Católica de Goiás e é integrante concursado do Ministério Público de Goiásdesde 1983. Foi Procurador-Geral do órgão antes de ocupar o cargo de Secretário de Segurança Pública, entre 1999 a 2002, no governo de Marconi Perillo.
Filiado ao DEM, foi eleito senador da República em 2002 com 1 239 352 votos. Concorreu ao governo de Goiás em 2006 mas obteve apenas 3,5% dos votos, ocupando a quarta posição. Ocupou o cargo de presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado, a mais importanteComissão da Casa.
Foi considerado pela Revista Época um dos 100 brasileiros mais influentes do ano de 2009.
Como presidente da Comissão de Constituição e Justiça do Senado, Demóstenes Torres participou do I Congresso Mestiço Brasileiro, promovido pelo Nação Mestiça em Manaus, capital doAmazonas, em 20 de junho de 2011, onde discutiu temas como o Estatuto da Igualdade Racial e o sistema de cotas em universidades públicas.
Assumiu em março de 2011 a liderança da bancada do Democratas no Senado, substituindo José Agripino Maia. Em 13 de julho de 2013 Demóstenes casou-se com a advogada Flávia Gonçalves Coelho.
Foi cassado pelo Senado Federal no dia 11 de julho de 2012 acusado de ligação com o bicheiroCarlinhos Cachoeira. Com isso, o ex-senador ficará inelegível até o ano de 2027, mas pretende recorrer ao STF (Supremo Tribunal Federal).
Desde o dia 20 de julho de 2012, Demóstenes reassumiu o cargo de procurador no Ministério Público de Goiás.

sábado, 13 de junho de 2015

Primos morrem após carro bater na traseira de trator em rodovia de Goiás

A auxiliar de dentista Thaynara Garcia de Melo, de 22 anos, e o primo dela, o pedreiro Evandro Garcia, de 33 anos, morreram após o Chevrolet Celta em que estavam bater na traseira de um trator na GO-150, na zona rural de Palmeiras de Goiás, a 98 km de Goiânia. Segundo uma amiga da família, os dois voltavam de Indiara, onde foram visitar uma prima, quando aconteceu o acidente.
Outros dois carros que estavam atrás, sendo um deles um automóvel administrativo do Corpo de Bombeiros, também se envolveram na colisão. Os demais envolvidos no acidente tiveram apenas ferimentos leves. Eles foram socorridos e encaminhados para o Hospital Municipal de Palmeiras de Goiás.
A batida aconteceu por volta das 20h de sexta-feira (12). “Ela [Thaynara] estava dirigindo o carro. O asfalto é novo, então falta sinalização e a região é escura, então ela não deve ter visto o trator que estava andando na frente e bateu nele. Não dá para saber se ele tinha algum farol ou não”, contou a amiga da família, a dona de casa Érica de Fátima Alves, de 33 anos.
O impacto foi tão forte que o carro em que as duas vítimas estavam capotou e ficou com as rodas para cima. “Só quando os outros carros que estavam passando e bateram nela é que o carro dela desvirou”, relatou Érica.
O velório das vítimas será no Cemitério Memorial de Palmeiras de Goiás. O enterro deve ocorrer na manhã de domingo (14), no mesmo local.
Ao todo, quatro veículos se envolveram na batida, que deixou 2 vítimas (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
Ao todo, quatro veículos se envolveram na batida, que deixou 2 vítimas (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

sexta-feira, 12 de junho de 2015

Ronaldo Caiado detona: PF provou que Lula operou o Petrolão

O senador Ronaldo Caiado, (DEM-GO), acusa nas redes sociais o ex-presidente da república, Luiz Inácio Lula da Silva, de ser o grande e verdadeiro operador do escândalo na Petrobras chamado de Petrolão. Para o Senador goiano a descoberta da Polícia Federal de que a Camargo Corrêa, integrante do “Clube do Bilhão”, doou a quantia de R$ 3 milhões ao Instituto Lula e mais R$ 1,5 à empresa de palestras e publicidades do ex-presidente Lula, é a prova mais que contundente que Lula sempre fio o operador do Petrolão.
Ronaldo Caiado não ficou apenas nas críticas às doações da empreiteira que já fez acordo de delação premiada na Operação Lava Jato, onde confessou o pagamento de propinas a diretores da Petrobras. Caiado destacou também os muitos mimos que Lula recebeu da própria Camargo Corrêa como por exemplo a reforma geral de uma mansão do ex-presidente na cidade de Atibaia no interior de São Paulo. Para Caiado, mais provas de que Lula operou o Petrolão só seriam possíveis se “desenhasse”.
Confira a postagem do Senador Caiado denunciando Lula como operador do escândalo da Petrobras, o Petrolão!
Caiado acusa de Lula de Operar o Petrolão