terça-feira, 2 de junho de 2015

Fim dos jornais impressos. Sites e blogs tomam a dianteira na informação

Celular já é o meio mais utilizado na hora buscar informação. Site Canal Gama ultrapassa 1 milhão de acessos em maio

Os jornais impressos estão mesmo fadados ao fim. Apesar da credibilidade da notícia escrita, este é o tipo veículo menos usado pela população de todo o mundo, além de ser o que mais perde público dentro todas as formas de comunicação. As mídias digitais são um sucesso sem limites e ganham mais adeptos a cada dia. O celular, por exemplo, já é o meio campeão por onde as pessoas se informam. Os sites e blogs de notícias são a cada dia a forma mais utilizada pelas pessoas na hora de se informar. Não é atoa que o site Canal Gama (www.canalgama.com.br) obteve só no mês de maio mais de 1 milhão de acessos, conforme mostram os números do Google Analytics, que é a plataforma mais utilizada para medir a audiência na internet.
Canal Gama com mais de 1 milhão de views em Maio
Site Canal Gama obteve mais de 1.000.000 de views só no mês de maio de 2015
Pela primeira vez, as receitas dos jornais no mundo vieram mais da circulação do que da publicidade, segundo relatório divulgado nesta segunda (1º) pela Associação Mundial de Jornais e Publishers de Jornais (WAN-IFRA). “Podemos dizer que a audiência se tornou a maior fonte de receita de quem publica jornais”, disse Larry Kilman, secretário-geral da WAN-IFRA, na abertura do congresso anual da entidade.
Da renda estimada de US$ 179 bilhões (R$ 569 bi) que os jornais movimentaram em 2014, US$ 92 bilhões (R$ 292 bi) vieram da circulação e US$ 87 bilhões (R$ 276 bi) vieram da publicidade. No passado, 80% da receita já chegou a vir da publicidade.
O relatório, que estuda 70 países (incluindo o Brasil) responsáveis por 90% do mercado de jornais no mundo, aponta que o futuro será dominado por celulares. O consumidor global já gasta quase 2,2 horas por dia com aparelhos móveis (97 minutos no smartphone, 37 minutos no tablet), 37% do tempo diário dedicado à mídia.
Em seguida vêm TV (81 minutos), computador (70), rádio (44) e impresso (33). Pela primeira vez, o tempo gasto diante do computador caiu. A circulação digital paga aumentou 56% em 2014 e 1.420% entre 2010 –quando diversos jornais começaram a cobrar assinaturas de suas versões on-line– e 2014. Os sites e blogs noticiosos tomaram a dianteira no quesito veículos de informação. Nos 70 países pesquisados as pessoas estão buscando se informar cada vez mais através dos blogs e sites de notícias. Esta é uma tendência sem volta, segundo os especialistas no assunto.