quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Em ritmo de treino, Corinthians goleia o Goiás na Arena

Thalita Aquino – O Corinthians não encontrou dificuldade para derrotar o Goiás nesta quinta-feira. Em jogo realizado na Arena Corinthians, em São Paulo, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A, o Timão venceu por 3 a 0, com gols de Edu Dracena, Malcom e Rodriguinho. OCorinthians jogou em ritmo de treino.
Com o resultado, o líder Corinthians chegou a 64 pontos na tabela, contra 59 pontos do Atlético-MG, a oito rodadas do fim do campeonato. De quebra, a equipe alvinegra chegou a 53 gols no Brasileiro, alcançando a marca de melhor ataque da competição ao lado do próprio Galo.
Já o Goiás continua na 18ª colocação, com 31 pontos. Restam oito partidas para o time esmeraldino realizar na Série A e terá que conquistar doze pontos, ou seja, quatro vitórias.
O Jogo
Empurrado por 40 mil torcedores, o Corinthians foi com tudo para o ataque desde o começo do jogo. No primeiro minuto, Jadson cobrou falta e, na risca da pequena área, Renan ganhou no alto e ficou com a bola. Aos 10, Edílson chutou forte de fora da área, mas a bola foi sem direção, direto para fora.
Aos 15, Jadson cobrou escanteio, a zaga afastou e, na sequência do lance, o camisa 10 alvinegro cruzou para o zagueiro Edu Dracena subir sozinho e marcar, de cabeça, o primeiro do Corinthians. No lance seguinte, Guilherme Arana avançou na ponta esquerda e cruzou para Vagner Love, que mandou de primeira pra fora.
A primeira chegada do Goiás aconteceu aos 22, quando, em cobrança de falta, Felipe Menezes lançou para o zagueiro Fred, que cabeceou sobre o gol defendido por Cássio. No minuto seguinte, Jadsoncobrou falta e Edu Dracena ganhou, mais uma vez, no alto para cabecear para defesa de Renan.
Aos 26 minutos, Felipe Macedo escorregou, a bola ficou com Vagner Love, que passou para Malcommarcar o segundo gol do Timão. Após bate-rebate, Erik ficou com a sobra, limpou Cássio e marcou aos 33 minutos. Porém, o lance foi anulado por impedimento.
Aos 35, Jadson chutou, Renan defendeu e, no rebote, Vagner Love chutou rasteiro, para fora. A última boa chance da etapa um foi do Verdão. Aos 46, Zé Love arriscou de fora da área e Cássio saltou para fazer a defesa.
Goiás voltou com Alex Alves no lugar do zagueiro Felipe Macedo, que falhou no lance do segundo gol. Apesar da mudança, o time da casa continuou mandando no jogo. Após bela troca de passes,Rodriguinho cruzou da esquerda para Vagner Love, que cabeceou para fora logo no primeiro minuto. A resposta esmeraldina veio no lance seguinte: após cruzamento da esquerda, a bola ficou com Felipe Menezes, que chutou forte e Cássio fez grande defesa.
Aos 8, linda troca de passes do Corinthians até a bola chegar em Jadson, que chutou cruzado eRenan defendeu. Aos 12, Rodriguinho acionou Vagner Love, que fintou a marcação e bateu de canhota. Bola passou perto da trave. Aos 16, Edílson tabela com Rodriguinho, entra na área e chuta cruzado, rasteiro, para defesa de Renan.
Renato Augusto cruzou rasteiro e Vagner Love bateu de primeira para marcar aos 19. Porém, foi marcado impedimento do atacante. Aos 26, o clube alvinegro trocou passes com tranquilidade até a bola chegar em Rodriguinho que chutou rasteiro e a bola foi fora.
Corinthians diminuiu o ritmo e, com isso, o Goiás passou a pressionar mais. Porém, o clube esmeraldino não conseguiu marcar. Aos 43, Jadson tocou para Rodriguinho, que soltou uma bomba para dar o golpe final: Corinthians 3 x 0 Goiás. Resultado que mantém o Timão na ponta da tabela e deixa o clube esmeraldino na zona da degola.
FICHA TÉCNICA:
CORINTHIANS 3 x 0 GOIÁS
Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Data: 15/10/2015
Horário: 19h30
Árbitro: Wagner Reway (MT)
Auxiliares: Eduardo da Cruz (MS) e Fábio Rubinho (MT)
Público total: 41.179 presentes
Público: 40.925 pagantes
Renda: R$ 2.561.055,50
Cartões Amarelos: Edu Dracena (COR) Patrick, Ygor, Zé Love, Diogo Barbosa, Bruno Henrique e Zé Love (GEC)
Gols: Edu Dracena (COR) aos 15′ 1T,  Malcom (COR) aos 26′ 1T e Rodriguinho (COR) aos 43′ 2T.
CORINTHIANS: Cássio, Edílson, Edu Dracena, Gil e Guilherme Arana; Ralf, Rodriguinho, Renato Augusto (Cristian) e Jadson; Malcom (Lucca) e Vagner Love (Danilo).
Técnico: Tite
GOIÁS: Renan; Gimenez (Everton), Felipe Macedo (Alex Alves), Fred e Diogo Barbosa; Ygor, Patrick, David e Felipe Menezes; Erik (Bruno Henrique) e Zé Love.
Técnico: Arthur Neto