sábado, 12 de dezembro de 2015

Polícias de Goiás estão entre as mais bem pagas do Brasil


O salário inicial dos policiais em Goiás é R$ 4.068,89. R$ 21.785,74 é a remuneração dos policiais mais bem pagos de Goiás. As polícias de Goiás estão entre as mais remuneradas do País, mostram relatórios sobre remuneração das corporações de todas as unidades da federação. O ranking mostra que, apesar de ter o 9º Produto Interno Bruto do País, Goiás ocupa as primeiras posições no ranking de remuneração de suas polícias, ocupando, no máximo, a sétima posição.
Os valores iniciais e finais dos salários são os mesmos para as Polícias Civil e Militar. Um policial recém-ingresso em qualquer das duas corporações terá salário de R$ 4.068,89 – ou R$ 52.895,57 por ano. Já aquele no auge da carreira – delegado na Polícia Civil, coronel na Polícia Militar – receberá R$ 21.785,74 – ou R$ 238.214,62 anuais.
Os dados de Goiás foram atualizados até o mês de janeiro do corrente ano, inclusive com o acréscimo de 10% cedido aos Delegados de Polícia Civil. Com relação à Polícia Militar, não inclui os valores que serão percebidos em virtude da recente aprovação da Lei 17881/12 que institui o Programa Goiás Cidadão Seguro.
O valor inicial da remuneração dos Delegados de Polícia de Goiás conferem ao Estado a 7ª posição, com salário de R$ 10.126,11. Com relação ao valor percebido no topo da carreira, o Estado passa a figurar na 10ª posição, mas com o pagamento de bônus, o Estado chegar a 4º lugar, com salário de R$ 19.268,55.
No comparativo de subsídios de Escrivães, o Estado de Goiás desce da 7ª posição em relação aos valores iniciais de remuneração da carreira para a 9ª posição relativa à remuneração no topo da carreira. No comparativo de subsídios de Agentes, o Estado de Goiás desce da 4ª posição em relação aos valores iniciais de remuneração da carreira para a 7ª posição relativa à remuneração no topo da carreira.
Em várias funções, Goiás é 1º colocado. Na Polícia Militar, em várias carreiras o Estado ocupa a primeira posição em várias patentes. É o caso dos coronéis, dos tenentes-coronéis, dos majores e dos capitães. O Estado ocupa a segunda posição nas carreiras de tenente e soldado.
De acordo com as tabelas apresentadas, o subsídio dos Policiais Civis permanece, em média, na 7ª posição nos rankings considerados. Com relação aos Delegados de Polícia especificamente, com a percepção dos Bônus por Produtividade, a média nos rankings seria da 6ª posição. Importante ressaltar que considerando os subsídios máximos da categoria e a percepção de 20% do Bônus por Produtividade, a melhor situação alcançada seria a 4ª posição entre os Estados que divulgaram seus valores.
De acordo com as tabelas apresentadas, o subsídio dos Policiais Militares alcança a 1ª posição nos quatro principais postos, mantendo-se em segundo em apenas dois deles, quais sejam, tenente e soldado, em que mantém a 2ª posição. De acordo com as tabelas apresentadas, o subsídio dos Policiais Militares alcança, em média, a 3ª posição.
governador Marconi Perillo afirmou, em entrevistas que os reajustes financeiros dos servidores públicos estaduais não serão suprimidos, e sim adiados temporariamente em virtude do cenário de crise econômica por que passa o país. De acordo com Marconi, a decisão foi tomada tendo em vista a necessidade de o Governo de Goiás de manter o equilíbrio das contas públicas e cumprir todos os limites fixados pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).