domingo, 10 de abril de 2016

Escândalo BNDES. Léo Pinheiro, da OAS, negocia delação que acabará com Lula.


Escândalo do BNDES é maior que o Mensalão e Petrolão juntos

Um escândalo petralha gigantescamente maior que o Petrolão está vindo à tona. Luiz Inácio Lula da Silva será inevitavelmente pego com a mão na massa. A fortuna de Lula será desnudada e o Brasil tomará conhecimento real de como foi a bandalheira para enriquecer Lula. O escâdnalo do BNDES enterrará de uma vez todas o mito Lula. O pais já sabe, mas agora terá a absoluta certeza de que que Lula nunca passou de mais um canalha na política brasileira.  Léo Pinheiro, da OAS, negocia um acordo com a Lava Jato. Além de esclarecer o pagamento de propina para a campanha de Dilma Rousseff, em 2014, ele está disposto a falar das palestras superfaturadas de Lula – e de como elas resultaram em empréstimos do BNDES para obras da empreiteira no Brasil e no exterior. O tráfico de influência de Lula no BNDES é um escândalo tão grande quanto o da Petrobras. E está pronto para explodir. Rodrigo Janot, o chefão da PGR (Procuradoria Geral da República) vai conversar de modo especial com Léo Pinheiro, da OAS. Ele pode explicar melhor do que ninguém como a propina da empreiteira bancou a campanha de Dilma Rousseff, em 2014, através da agência de publicidade Pepper.