segunda-feira, 6 de junho de 2016

PESQUISA SERPES/O POPULAR DEIXA PMDB EM PÂNICO. EMPATE TÉCNICO COM DELEGADO WALDIR ERA INESPERADO

Eleições 2016
Tido como imbatível em Goiânia em outros tempos. o ex-prefeito Iris Rezende viuve uma situação das mais complicadas em 2016. O PMDB não tem outro nome competitivo para disputar a prefeitura de Goiânia, e ainda vive o dilema de ver Iris Rezende com baixo índice de intenção de votos, e o pior ainda é que Iris aparece perdendo muitos votos em um provável segundo turno, de acordo com a Pesquisa Serpes/O Popular.
Iris Rezende (PMDB) e Waldir Soares (PR) estão empatados tecnicamente na corrida à prefeitura de Goiânia, mostra pesquisa Serpes/O Popular divulgada neste domingo (5/6). Enquanto o ex-governador aparece com 24,8% das intenções de voto, o deputado federal tem 22,4%.
Realizada entre os dias 31 de maio e 3 de junho, a pesquisa ouviu 501 eleitores em Goiânia. A margem de erro é de 4,38 pontos percentuais para mais ou para menos, o que confirma o empate técnico dos candidatos.
Durante a entrevista, foi apresentada aos participantes uma lista com o nome de todos os pré-candidatos. O terceiro mais citado foi Vanderlan Cardoso (PSB), com 11%. Em seguida aparece a deputada estadual Adriana Accorsi (PT), com 6,4%, e Giuseppe Vecci (PSDB), com 3%.
Demais pré-candidatos citados na pesquisa e a intenção de votos: Francisco Júnior (PSD), 2,4%; Luiz Bittencourt (PTB), 1,8%; Djalma Araújo (Rede), 0,8%; Flávio Sofiati (PSOL), 0,6%; e Alexandre Magalhães (PSDC), 0,4%.
Mais de 15% dos entrevistados disseram que pretendem anular o voto, enquanto outros 11,2% ainda não decidiram o candidato. A oficialização das candidaturas deve ocorrer entre 20 de julho e 5 de agosto. O primeiro turno das eleições será no dia 2 de outubro. Iris Rezende tem também a maior rejeição dos eleitores da capital. Iris é rejeitado por 25,3% dos goianienses, seguido por Adriana Acorsi que tem 17 % de rejeição.