sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Idosa é retirada de teatro depois de xingar Ney Latorraca de viado e filho da puta



Latorraca

Ator teria exigido a retirada da idosa que o ofendeu durante um espetáculo teatral

Um desentendimento entre Ney Latorraca e uma espectadora interrompeu sessão da peça ‘Entredentes’ na noite da última quinta-feira, 30, no Rio de Janeiro. Segundo Gerald Thomas, diretor do espetáculo, a idosa foi quem provocou o ator de 70 anos, que teria solicitado a saída dela. “O meu ator Ney Latorraca foi agredido por alguém da plateia hoje”, relatou ele no Facebook, horas depois do ocorrido.
“Espetáculo quase interrompido ou se rompendo para sempre”, classificou o autor. Ainda pela rede social, Gerald rebateu informações publicadas por um colunista carioca, que descrevia uma “bronca” passada por Ney contra a mulher. “Tudo exatamente o contrário. O Ney foi xingado por essa mulher”, afirmou o diretor. Pessoas presentes no teatro relataram pela internet que a saída da mulher foi aplaudida pelo elenco.
Segundo o diretor, que escreveu ‘Entredentes’ especialmente para Latorraca, o ator foi alvo de ofensas pessoais por parte da espectadora desde o início da sessão. “O que vocês fariam se fossem insultados por uma demente e chamados de ‘viado’ e ‘filho da puta’ por vinte minutos de espetáculo correndo?”, questionou Thomas.
Em cartaz no Teatro Sesc Ginástico, Centro do Rio, a peça entra em sua reta final de temporada neste fim de semana. Criada por Gerald Thomas como uma espécie de celebração dos 50 anos de carreira de Ney Latorraca, o espetáculo critica com bom humor os horrores contemporâneos, partindo do extremismo religioso. A trama mostra o encontro entre um radical islâmico e um judeu ortodoxo em pleno Muro das Lamentações, nos arredores de Jerusalém. No elenco, além do veterano dos palcos, estão Edi Botelho e Maria de Lima.
Fonte: Correio Braziliense