sábado, 18 de outubro de 2014

TRE proíbe Iris Rezende de difamar Marconi Perillo em propaganda do rádio e da TV



Iris

Tribunal segue a linha do TSE que não admite mais jogo sujo e baixarias na campanha do Rádio e da TV

O Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TRE), em decisão do juiz Sebastião Fleury, determinou a retirada do desenho animado “rei mandão” do programa eleitoral de Iris Rezende (PMDB) pIor entender que a peça é usada para degradar e ridicularizar o candidato Marconi Perillo (PSDB).
A decisão do TRE Goiás foi embasada em decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que mandou retirar propaganda ofensiva no programa da presidente Dilma Rouseff (PT) conta o candidato Aécio Neves (PSDB). Em suma, o TSE determinou que a partir de agora não serão toleradas baixarias e ataques pessoais no horário eleitoral e o espaço deve ser usado prioritariamente para apresentação de propostas.
“O horário eleitoral gratuito não foi feito para ataques pessoais, mas para a apresentação de programas de governo, e que não se deve gastar o dinheiro público para esse tipo de ataque”, escreveu o ministro do TSE, José Otávio de Noronha.
O desenho “rei mandão” começou a ser exibido nos programas de Iris neste segundo turno e retrata o governador Marconi Perillo como um governante autoritário e distante do povo. Esta animação já mostrou o senador eleito Ronaldo Caiado como um chefão contra o crime que bate em bandidos e derruba paredes de palácios.