domingo, 19 de outubro de 2014

Wagner pede fim de cobrança a Walter: “foi artilheiro gordo”



walterfluminensexcriciumapaulosergiophotocamera
Adicionar legenda
Na saída de campo da vitória do Fluminense por 4 a 2 sobre o Criciúma, no último sábado, o atacante Walter se defendeu e disse que “sempre jogou gordo”. O meia Wagner, autor de dois gols contra os catarinenses, fez coro com o artilheiro e relembrou bons momentos da carreira do atleta para justificar a atual silhueta do camisa 18.
“Ele foi artilheiro no ano passado mais gordo do que ele está. Não tem que cobrar do Walter peso, mas assistência e gols. Deixa quieto e não tem que mudar”, pediu o camisa 10, que elogiou a obediência tática do companheiro no Maracanã.
“O Waltinho estava há muito tempo sem jogar, mas ele conseguiu fazer o que o Cristóvão (Borges, técnico) pediu, que era segurar a bola na frente. Ganhamos um homem de área, e no segundo tempo melhoramos porque entendemos a forma com que o Cristóvão queria que jogássemos”, avaliouWagner.
Sem vencer fora de casa
Com a derrota, o Criciúma segue sem vencer fora de casa. São dez derrotas e cinco empates no Campeonato Brasileiro. O meia Lucca criticou as falhas do time catarinense no Maracanã.
“Se você bobear 10, 15 minutos, com Fred, Conca e Wagner, é brincadeira. O campeonato está afunilando e não podemos errar tanto. Temos que unir força para vencer dentro de casa. O que fazer? Vencer dentro e fora de casa”, disse Lucca.
Criciúma volta a campo na próxima quarta-feira contra o Atlético-PR, noHeriberto Hülse, sem Joílson e João Victor, suspensos pelo terceiro cartão amarelo.