terça-feira, 10 de maio de 2016

Jornalismo sonolento! Sites de O Popular e Diário da Manhã tomam furo vergonhoso

Jornalismo sonolento! Sites de O Popular e Diário da Manhã tomam furo vergonhoso


Nestes tempos modernos e de informação em tempo real o jornalismo é mais que instantâneo. Que o velho jornalismo dos jornais impressos já acabou isso é uma outra verdade. Que os jornais impressos não são mais uma fonte confiável de informação também é realidade. Inadmissível mesmo é o que aconteceu nesta terça-feira, 10/05/2016, com os dois maiores jornais diários do estado de Goiás, O Popular e Diário de Manhã, que tomaram juntos um furo imperdoável, e olha que os dois jornais tem equipes muito qualificadas em suas versões on-line. O Diário da Manhã é pioneiro na internet em Goiás tendo inclusive marcado época como modelo de modernidade.
Os dois jornais, que gastam verdadeiras fortunas na manutenção de seus sites na internet, literalmente dormiram no ponto e amanheceram nesta terça-feira sem a principal notícia do país, que foi a revogação pelo presidente interino da Câmara Federal, Waldir Maranhão, de seu próprio ato de anular a sessão do impeachment da presidente Dilma naquela casa. Tanto o site de O Popular como o do Diário da Manhã até perto de 08:00 horas da manhã desta terça não davam uma linha sequer da decisão política mais importante do dia e que já estava entre os assuntos mais comentados nas redes sociais desde às 00:40 horas. Não é atoa que os jornais impressos estão em crise no Brasil. A velha maneira de fazer jornalismo amanhecido ainda é a realidade nas redações antiquadas.
Veja a capa dos sites de O Popular e do Diário Manhã que foram furados nesta terça-feira, 10/05!
Site O Popular
Site DM