quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

Marconi Perillo lança a Jornada Estadual de Prevenção ao Uso de Drogas

Marconi contra as drogas 1

Ação prevista pelo Plano de Ação Integrada de Desenvolvimento (PAI), criado há dois anos pelo Governo de Goiás, a Jornada Estadual de Prevenção ao Uso de Drogasfoi lançada na manhã de hoje, 4, pelo governador Marconi Perillo, acompanhado de secretários estaduais, municipais, do secretário nacional de Políticas Sobre Drogas, Vitore André Zilio Maximiano, e do presidente do Colegiado Nacional de Políticas Sobre Drogas, Aloísio Andrade. 
A jornada, que tem como objetivo debater intervenções para combate às drogas e estabelecer parcerias com órgãos públicos e comunidades terapêuticas, será realizada em oito municípios, em datas alternadas, até o dia 30 de outubro. A intenção é, também, unir as três esferas do poder a fim de que se possam produzir estratégias de enfrentamento às drogas.
Aloísio Andrade afirmou que não existe uma resposta simples para a solução do problema das drogas na sociedade, mas que o caminho para encontrá-la é construído com a união dos governos e a mobilização comunitária. Vitore André endossou e afirmou que é preciso focar a questão na melhoria dos serviços de saúde e assistência aos dependentes químicos. “A rede de cuidados que Goiás tem conseguido criar é bastante positiva. Temos conhecimento do compromisso do governo com a ampliação dos serviços e de enfrentamento ao tráfico”, afirmou.
Marconi Perillo afirmou que a primeira preocupação é a prevenção. Nesse sentido, a orientação do governo é avançar nas políticas nas escolas. Em relação à repressão, as ações estão voltadas para a polícia de divisas, reforçada com o comando regional, criado nesta gestão, e que está prestes a chegar a todos os postos de divisas para combater a entrada da droga no Estado. Ele reforçou que no ano passado a polícia goiana bateu recorde em apreensão de drogas e armas, mas voltou a lembrar que a fragilidade da legislação impede que as ações sejam eficazes. 
“Temos também preocupação grande com as fronteiras do país, que acabam por interferir em Goiás que, por ser região central, é atingido com a entrada de drogas”, frisou. O governador Marconi Perillo informou que já foram investidos R$ 9 milhões em parcerias com entidades terapêuticas para tratamento de dependentes químicos, e reafirmou que a entrega do Centro de Reabilitação Para Dependentes Químicos (Credeq) será entregue em julho. 
 “O Credeq será modelo de referência para o país. Estou muito otimista que teremos em Goiás um tratamento efetivo e eficaz para dependentes químicos”, declarou.