terça-feira, 6 de maio de 2014

Suposta sonegação de R$ 1,3 bi por parte da JBS FRIBOI em Goiás acirra guerra interna no PMDB


Matéria O Popular

Júnior Friboi estaria sendo internamente fritado por iristas revoltados

A coisa está fendendo a chifre queimado dentro do PMDB de Goiás. Depois que o bilionário Júnior Friboi defenestrou o cacique Iris Rezende de seu partido, o clima é de verdadeira guerra entre os peemedebistas que chegaram a ser chamados no twitter pela deputada Dona Iris de venais e aqueles que ainda insistem que Iris Rezende é o melhor caminho para o partido como candidato ao governo de Goiás em 2014. Friboizistas e Iristas estão se digladiando pela sede de poder.
A notícia que toma conta dos bastidores da política goiana é que Júnior Friboi será “fritado” por uma “carta ao povo goiano” que já estaria circulando entre os peemedebistas, cujo teor é a repercussão da matéria veiculada este mês pelo Jornal O Popular dando conta de que a JBS FRIBOI deve R$ 1,3 bilhão de impostos sonegados e multas ao estado de Goiás. A informação sobre a tal carta ao povo goiano saiu primeiro no Jornal Opção on line e depois ganhou o mundo político goiano.
Veja a publicação do Jornal Opção dando conta da “Carta ao Povo Goiano” e que detonaria a pré-candidatura Friboi!
Carta ao povo
A matéria bombástica de O Popular tem tirado o sono do empresário Júnior Friboi, que teria até acionado uma grande equipe liderada pelo marqueteiro Duda Mendonça para avaliar os estragos que o assunto faz em seus planos de se candidatar ao governo de Goiás. Falou-se até em depressão de Júnior Friboi que não teria calculado bem a possibilidade de um fato tão grave contra seu nome via empresa que comandou durante décadas.