segunda-feira, 28 de julho de 2014

Iris e Vanderlan demonstram zero conhecimento sobre Goiás



Marconi Perillo

Marconi Perillo conduz o estado de Goiás com gestão eficiente e aprovada pela Secretária de Tesouro Nacional

No discurso descabelado e maluco de candidatos como Iris Rezende e Vanderlan Cardoso, o lugar onde eles moram “acabou” há muito tempo. É um lugar, segundo Iris, onde “o povo morre à míngua”. Um lugar também, conforme Vanderlan, onde o “Estado quebrou”. Não  o mesmo lugar, leitor, onde moramos todos nós. Goiás é um estado muito bem conduzido pelo governador Marconi Perillo que tem sido elogiado pela Secretária do Tesouro Nacional que é órgão federal que fiscaliza por exemplo o cumprimento por parte dos estados da Lei de Responsabilidade Fiscal.
Porque, aqui em Goiás, não há notícia de que “o povo morre à míngua“. O sistema de Saúde, aliás, vem funcionando muito. Pelo menos na parte que compete ao Governo do Estado. E tanto que os candidatos de oposição, em recente reportagem de O Popular, elogiaram o funcionamento dos hospitais estaduais. Iris e Vanderlan estão completamente por fora da real situação do estado de Goiás.
E onde será fica o lugar onde o “Estado quebrou”. Goiás não é. O funcionalismo público continua recebendo antes do fim do mês. As obras do Governo seguem a todo vapor. Não há credores nas ruas reclamando pelos seus pagamentos.  E o Governo Federal, através da Secretaria do Tesouro Nacional, anunciou que Goiás é o Estado brasileiro que mais reduziu o seu endividamento, através de um ajuste fiscal integralmente dentro das normas do setor público. Onde será que Iris e Vanderlan – o primeiro mora em um apartamento de R$ 2,5 milhões no setor Marista, e o segundo tem uma mansão de R$ 6 milhões no Alphaville – estão vivendo?
A oposição em Goiás parte do princípio de que a sua palavra tem total credibilidade e que não é preciso apresentar provas do que afirma. Mais ainda: candidatos como Iris Rezende e Vanderlan Cardoso fazem acusações extremas, que vão totalmente de encontro à verdade dos fatos. Essa abordagem parte do princípio de que o eleitor é desinformado e não conhece a realidade onde vive.
Iris e Vanderlan costumam “denunciar” que o “Estado está quebrado”. Um eleitor qualquer, olhando para as obras do Governo, que não param, ou verificando com qualquer funcionário público que o pagamento está rigorosamente em dia, chegaria à conclusão de que o ‘Estado está quebrado”? É evidente que não! É evidente que Goiás vai muito bem, para o total desespero de Iris e de Vanderlan.