quinta-feira, 3 de julho de 2014

Iris teria provocado a ira de Carlos Cachoeira que pode revelar fotos e gravações bombásticas contra o PMDB



Iris e Cachoeira

Carlinhos Cachoeira teria fotos e gravações bombásticas detonando personagens de destaque do PMDB e do PT

A campanha, de fato, nem começou e um personagem intrigante está sendo inserido no debate político de Goiás pelo PMDB: Carlinhos Cachoeira. Nos dois últimos eventos que realizou – convenção e apresentação do plano de governo sem propostas -, o PMDB de Iris Rezende insistiu em vincular o escândalo Cachoeira, de 2012, ao governo de Marconi Perillo.
Na convenção, diversos líderes apontaram “falcatruas” no governo e repetiram o nome de Cachoeira, sempre vinculando o empresário ao governo estadual. Nos bastidores, comenta-se que Cachoeira estaria irritado por ter sido ressuscitado pelos peemedebistas e Iris Rezende. O empresário hoje tem vida discreta em Goiânia e praticamente se afastou do meio político.
Iris Rezende voltou a falar de Carlos Cachoeira nesta terça-feira, no lançamento do plano de governo que não tem propostas. O ex-prefeito falava de segurança pública quando citou o escândalo Cachoeira para dizer que o governo entregou a segurança pública para a “bandidagem”.
A ofensa não agradou o empresário, que estaria disposto a divulgar o seu arquivo de informações para atingir o cacique peemedebista. Fala-se queCarlos Cachoeira tem fotos e gravações bombásticas que envolvem personagens de destaque do PMDB, PT e aliados.
Foi na gestão de Iris que a Delta, empreiteira que a Polícia Federal classificou como braço financeiro do esquema Carlos Cachoeira, conseguiu os maiores contratos com a prefeitura de Goiânia. A Delta também firmou contratos vultosos com as prefeituras de Catalão, na época comandada pelo peemedebista Adib Elias; Aparecida de Goiânia, de Maguito Vilela (PMDB); e Anápolis, que era comandada por Antônio Gomide (PT).
A CPI que foi montada na Assembleia Legislativa pediu a quebra do sigilo e divulgação desses contratos com a Delta. No entanto, PMDB e PT entraram na Justiça e conseguiram uma liminar que impediu a divulgação dos acordos financeiros com a construtora. O presidente da Agetop, Jayme Rincón, pediu em entrevistas que Iris divulgue os contratos. “O Iris fala tanto em transparência e ética. Por que ele não divulga os contratos entre a Delta e a prefeitura de Goiânia?”.
Fonte: Brasil247