segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

Está provado: Governo Marconi é o grande herói do povo no Transporte Coletivo.


Marconi e prefeitos
Governo Marconi Perillo é o que mais beneficia o povo no sistema do Transporte Coletivo da Grande Goiânia

Governo Marconi é o campeão em beneficiar o povo no transporte coletivo da Grande Goiânia

Muito ao contrário do que tenta vender algumas das 18 prefeituras da Região Metropolitana de Goiânia, principalmente a Prefeitura de Goiânia, o Governo Marconi Perillo não tem nada a ver com o aumento do preço da passagem notransporte coletivo da região. Em primeiro lugar, é o Prefeito de Goiânia, Paulo Garcia, quem detém o maior número de assentos na CDTC, e por conseguinte o verdadeiro poder para autorizar o aumento do preço da passagem.
E para fechar a questão é bom olhar os investimentos do estado no sistema, para verificar que em se tratando de transporte coletivo, o Governo Marconi é o grande herói. Os “bandidos” são outros.
Confira os benefícios do Governo de Goiás na área do transporte coletivo da Região Metropolitana de Goiânia e veja como o governador Marconi Perillo trata o trabalhador que precisa utilizar o ônibus!
Desde o mês de agosto de 2013 o Governo de Goiás universalizou o benefício da isenção para estudantes do pagamento da tarifa do transporte coletivo na Região Metropolitana de Goiânia, além de reduzir a zero a alíquota do ICMS dos ônibus do transporte coletivo. São 18 cidades ao todo que contam com o Passe Livre Estudantil: Goiânia, Abadia de Goiás, Aparecida de Goiânia, Aragoiânia, Bela Vista de Goiás, Bonfinópolis, Brazabrantes, Caldazinha, Goianira, Goianápolis, Guapó, Hidrolândia, Nerópolis, Nova Veneza, Santo Antônio de Goiás, Senador Canedo, Terezópolis e Trindade.
O programa Passe Livre Estudantil assegura ao estudante duas viagens gratuitas via transporte coletivo por dia, para ir e voltar da instituição de ensino. O estudante pode ser contemplado com até 48 viagens mensais, fornecidas de acordo com os dias letivos de cada instituição de ensino. No passado, o PLE beneficiava 15 mil estudantes. Atualmente o programa beneficia um total de 65.530 alunos na Região Metropolitana da capital.
Outro projeto do Governo Marconi Perillo beneficiando o sistema e já em vigor é o que alterou a Lei nº 13.453/99 visando conceder isenção de ICMS incidente no óleo diesel utilizado na prestação de serviços de transporte coletivo. As empresas contempladas são aquelas detentoras de contrato de concessão, celebrado juntamente com a Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos (CMTC). O objetivo é atenuar a perda de receitas das empresas diante da não implementação do aumento no preço das passagens em 2013.
O maior benefício que o Governo Marconi concede aos usuários do transporte coletivo na Região Metropolitana de Goiânia é o subsídio de 50% do preço da passagem no Eixo-Anhanguera, a principal linha do sistema que foi estendida de Goianira até Senador Canedo-Trindade, que é operada pela estatal Metrobus. Só nesta linha o Governo Marconi beneficia diariamente cerca de 312 mil passageiros que pagam apenas a metade do valor da passagem.
Enquanto o Governo de Goiás investe alto para beneficiar o povo no sistema do transporte coletivo, as prefeituras não cumprem um milímetro do Pacto Pelo Transporte Coletivo, as empresas não cumprem o que está no contrato de concessão, como por exemplo a melhoria nos abrigos nos pontos de ônibus, a compra de novos ônibus para o sistema e a inclusão de novas viagens para desafogar as principais linhas. Essa é a realidade do transporte coletivo na Grande Goiânia. O Governo Marconi é mesmo o grande herói do povo quando o assunto é transporte coletivo. Os aproveitadores são outros!