quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Governo do PT legaliza a profissão de prostituta como empresa individual

Prostituição

O que muita gente duvidava, já está acontecendo no Brasil. O governo do PT está esculhambando de vez com os valores morais da família brasileira. Prostituição agora tem o apoio total do governo federal.
De acordo com a coluna do jornalista Ancelmo Gois, do jornal “O GLOBO”, a Caixa Econômica Federal fechou parceria com a Associação das Prostitutas de Minas Gerais (Aspromig). Com o título “Master Saliência”, a publicação afirma ainda que “as duas mil moças de vida difícil, filiadas, poderão aceitar cartão de crédito e débito”.
O pagamento em crédito ou débito para o serviço sexual passará a valer a partir desta semana, segundo matéria publicada no portal R7. O convênio da Caixa com a Aspromig levará uma máquina de cartão para cada garota cadastrada, que poderá diversificar o pagamento.
Com a iniciativa, inédita no Brasil, as garotas de programa passam a ser consideradas na prática como empreendedoras individuais. As prostitutas também receberão benefícios como qualquer outro trabalhador por abrir conta no banco como pessoa jurídica.
De acordo com a presidente da Aspromig Cida Vieira, o registro da “compra” no extrato do cartão não vai “entregar” o cliente. “É um registro de pessoa jurídica, sigiloso. Tudo guardado a “sete chaves”. Com a adesão ao programa da Caixa Econômica, as prostitutas passam a ter cobertura da Previdência Social e benefícios como auxílio doença, salário maternidade, aposentadoria e taxas de financiamento diferenciadas. A Caixa Econômica Federal não se pronuncia sobre o assunto. Muito em breve, do jeito que a coisa vai caminhando, teremos o “Cartão Drogas” lançado por esse governo. Eu falo e “nêgo” duvida!