terça-feira, 23 de junho de 2015

Calor mata 450 pessoas no Paquistão em três dias


O calor que atinge o sul do Paquistão já matou mais de 450 pessoas nas ultimas 72 horas, conforme autoridades, um balanço duas vezes maior que o divulgado anteriormente.
Grande parte das mortes aconteceu na maior cidade do país, Karachi, que abriga mais de 20 milhões de habitantes, quando a temperatura chegou a 45 graus, e o fornecimento de água foi interrompido devido a vários problemas na rede elétrica.
Nas ultimas semanas o calor também matou mais de 2000 pessoas na Índia.
O porta-voz da Autoridade Nacional de Gestão de Catástrofes (NDMA), Ahmed Kamal, anunciou que o governo pediu ajuda ao exército e aos Rangers, uma força paramilitar, para ajudar as vítimas.
O governo de Sindh decretou estado de emergência nos hospitais, convocou os médicos que estavam de férias e aumentou os estoques de remédios.