terça-feira, 6 de outubro de 2015

Filho de Lula usa a mesma desculpa do pai e de Zé Dirceu para justificar R$ 2,4 milhões que a PF diz ser de propina


Pequena empresa do filho de Lula é beneficiada com contrato milionário com empresa acusada de comprar MP no Governo Lula

Mais um filho do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e olha que não é o Lulinha, tem enorme dificuldade para explicar o inexplicável. Agora é Luis Cláudio Lula da Silva, outro filho de Lula, que usou a mesma técnica de seu pai para tentar justificar ao Brasil os milhões que recebeu dasempreiteiras investigadas pelo MPF e pela Polícia Federal, acusadas de promoverem a roubalheira na Petrobras com a participação de figuras carimbadas do PT, algumas delas hoje na cadeia por causa do escândalo do Petrolão.
Todo mundo se lembra que Lula justificou os R$ 27 milhões que empreiteiras atoladas até o pescoço no lamaçal da Petrobras lhe deram, como sendo oriundos de palestras que teriam sido legalmente contratadas, contabilizadas e declaradas por sua pequena empresa, a LILS. Por incrível que pareça está também foi a desculpa utilizada por José Dirceu para tentar explicar outros muitos milhões em suas contas bancárias. O mensaleiro Zé Dirceu continua preso pela Polícia Federal em Curitiba.
O filhinho de Lula tem a mesma explicação de Zé Dirceu e do Pai para justificar o recebimento de R$ 2,4 milhões em sua também pequena empresa de marketing esportivo, por parte da Marcondes & Mautoni que é investigada pela PF como pagadora de propina para que o ex-presidente Lula assinasse uma medida provisória que beneficiou montadoras de automóveis. A PF investiga a compra da MP via lobby negociado por esta empresa, que em seguida repassou esse dinheiro à empresa do Filho de Lula.
Em nota, o filho de Lula afirmou que a Marcondes & Mautoni não fez “repasses” à LFT. “Mas tão somente pagou por um projeto contratado e executado e o valor recebido pela LFT Marketing Esportivo foi contabilizado e declarado legalmente”. Para o mais novo milionário da família Lula da Silva o fato de sua pequena de marketing esportivo ter recebido R$ 2,4 milhões da Marcondes & Mautoni é tão somente uma simples coincidência. Luis Cláudio Lula da Silva é mesmo que já trabalhou como preparador físico do Palmeiras e do Corinthians em São Paulo.