quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Governador recebe engraxate que virou advogado


O governador Marconi Perillo recebeu nesta terça-feira, dia 13, no Palácio das Esmeraldas, emGoiânia, o engraxate Joaquim Pereira, de 26 anos. Natural de Monte Alegre de Goiás, ele estudouDireito e passou no Exame de Ordem da OAB, graças ao ofício que exerce há oito anos na regiãoCentral da capital. Nos dois últimos períodos do curso, Pereira foi beneficiado pela Bolsa Universitária,da Organização das Voluntárias de Goiás.
“Estou muito feliz em recebê-lo e tenho certeza que estamos diante de um grande vitorioso de hoje e de um grande vitorioso no futuro”, afirmou Marconi, após ouvir um breve relato de Joaquim Pereira sobre sua epopeia até estar apto para advogar. Joaquim revelou ao governador que ele, Marconi, era uma de suas principais inspirações, por saber que também era de família humilde e teve, assim como ele, de começar a trabalhar ainda criança.
Após ver os equipamentos de engraxate do novo advogado, Marconi pediu para que o rapaz colocasse o pé sobre a cadeira e lustrou com uma flanela o sapato de Joaquim. “Já engraxei também”, disseMarconi, em tom descontraído. Joaquim lembrou ao governador que esteve com ele em outras duas oportunidades. Na primeira, no escritório de um dos clientes do engraxate, o advogado Flávio Rodovalho, quando ainda estudava no segundo ano do curso.
Contou que atendia com frequência os advogados que trabalhavam com Rodovalho e que, em uma das oportunidades, Marconi estava lá. “Como eu tocava violão, me pediram para cantar um pouco e assim o fiz”, narrou. Na segunda vez, ao lado de Marconi, discursou representando os bolsistas da OVG, na faculdade Uni Anhanguera, onde fez Direito.
“Desejo a você muita sorte. Só as pessoas que vêm de baixo valorizam cada degrau da escada”, disseMarconi a Joaquim, que replicou: “O senhor é uma inspiração para mim porque também veio de baixo. Por isso é tão diferente, destacado”, elogiou. O rapaz contou que terminou o curso em 2012 e passou noExame da OAB somente após cinco tentativas, com uma rotina de estudos cada vez mais intensa.
Disciplina
“Sou um tipo de pessoa que acredita que, com planejamento, com disciplina, nós podemos conquistar tudo que queremos. Tive que ter muita disciplina, muita determinação e, além disso, perseverança”, contou. “Cada vez que eu ouvia um ‘não’, aquilo despertava em mim uma vontade de mostrar para mim mesmo que eu podia superar aquilo”.
Marconi disse que a história de Joaquim deveria servir de exemplo para rapazes de todas as classes sociais. “É um dos muitos goianos que vêm de baixo, nasce de famílias humildes, que poderiam se acomodar no seio de uma família pobre. Acho que a história dele, a minha história e a de muitos outros que começaram de baixo precisam servir de exemplo para todos os jovens, não só os de família humilde, mas também aos ricos, que muitas vezes não dão valor às oportunidades que têm”, aconselhou. “Não tenho dúvida de que um futuro muito promissor espera por você, Joaquim”, observouMarconiJoaquim disse para o governador que vai trabalhar de engraxate até dezembro deste ano, antes de advogar. “Preciso despedir da minha clientela e dos amigos”, justificou.